Negócios

Ações da Qualcomm caem por receio que a empresa não seja mais fornecedora da Apple

iStock

Relação entre as duas empresas sofreu um revés no início do ano, quando a dona do iPhone acusou a fabricante de chips de sobretaxar o produto (iStock)

As ações da Qualcomm caíram até 8% nesta terça-feira (31) depois da publicação de reportagens que diziam que a Apple não usaria mais os chips da empresa nos modens de iPhones e iPads no próximo ano.

LEIA MAIS: Apple pode deixar de usar componentes da Qualcomm nos iPhones e iPads

A Qualcomm tem fornecido componentes para a Apple há anos, mas o relacionamento sofreu um revés no início deste ano, quando a companhia cofundada por Steve Jobs acusou a fornecedora de sobretaxar os chips e se recusou a pagar cerca de US$ 1 bilhão em descontos prometidos.

A mudança afetaria os iPhones lançados no segundo semestre de 2018, mas a Apple ainda pode mudar de ideia antes disso, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto à Reuters nesta segunda-feira (30).

As ações da Intel – que seria a maior beneficiária caso a Apple trocasse de fornecedor, segundo analistas – subiram 3,2% e atingiram o pico dos últimos 17 anos.

Comentários
Topo