Negócios

Amazon recebe ofertas bilionárias de incentivos fiscais para nova sede nos EUA

iStock

Nova Jersey propôs US$ 7 bilhões em créditos de impostos estatais e municipais se a Amazon se instalar em Newark (iStock)

Cidades norte-americanas estão oferecendo até US$ 7 bilhões em incentivos fiscais à Amazon.com antes do prazo que se encerra nesta quinta-feira (19), em uma forte disputa para receber a segunda sede da empresa.

LEIA MAIS: Amazon explora locais para construir segunda sede de US$ 5 bi na América do Norte

A maior varejista online do mundo recebeu promessas de políticos que estão ansiosos pelo investimento de mais de US$ 5 bilhões e até 50 mil empregos que virão com o novo empreendimento.

Nova Jersey propôs US$ 7 bilhões em créditos de impostos estatais e municipais se a Amazon se instalar em Newark e aderir a compromissos de contratação, de acordo com um comunicado divulgado na última segunda-feira (16) pelo gabinete do governador.

A cidade de Nova York fez uma proposta sem incentivos especiais para a varejista, embora se espera que o Estado vá oferecer algumas deduções, disse um porta-voz da corporação de desenvolvimento econômico da cidade na última quarta-feira (18).

O Estado da Califórnia está oferecendo cerca de US$ 300 milhões em incentivos ao longo de vários anos e outros benefícios, disse o governador em uma carta de 11 de outubro ao presidente-executivo da Amazon, Jeff Bezos, publicada pelo Orange County Register.

VEJA TAMBÉM: Amazon expande atuação no Brasil com venda de eletrônicos de terceiros

Dezenas de municípios e Estados manifestaram interesse na nova sede. A empresa de classificação de risco e pesquisa Moody’s vê Austin como a cidade mais provável para receber a sede com base em sua força de trabalho, custos de negócios e qualidade de vida, entre outros critérios.

Austin também é sede da Whole Foods Market, que a varejista recentemente adquiriu. A Amazon disse que anunciará o local para seu segundo campus, além da sede de Seattle, em 2018.

Comentários
Topo