Negócios

Como manter o casamento ao abrir um negócio com seu parceiro

Dos 22 milhões de pequenos negócios nos Estados Unidos, 3 milhões pertencem a casais. Junea Rocha e seu marido, Cameron, fundaram e administram um deles: Brazi Bites, empresa de comidas naturais, que cresceu 4.000% apenas nos últimos três anos. Para eles, a parceria dinâmica foi uma das forças por trás do sucesso.

VEJA TAMBÉM: 5 maneiras de ser mais feliz no trabalho

Abrir um negócio com seu parceiro envolve um alto grau de risco, pois linhas pessoais e profissionais podem se tornar confusas. O crescimento da empresa (ou a falta dele) junto a pressões financeiras podem desgastar até mesmo os relacionamentos mais sólidos. Muitos casais entraram no mundo dos negócios apenas para assistir a suas empresas e seu casamento falharem simultaneamente, Porém, os que conseguem fazer funcionar têm uma vantagem na competição.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 4 dicas para manter o casamento ao abrir um negócio com seu parceiro:

  • O trabalho não acaba nunca
    Durante os primeiros anos, Junea e Cameron trabalhavam o tempo todo. Viver com seu sócio permite que você coloque mais trabalho na rotina do que com aqueles que colaboram apenas durante o horário comercial. Sete anos depois, eles ainda pensam em estratégias durante o café da manhã, jantar e nos finais de semana. Então, adotaram uma regra simples para manter as coisas sob controle: quando um deles diz que precisa de uma pausa, ela é feita sem mais perguntas. “Nós equilibramos um ao outro e isso se traduz tanto para nossos negócios quanto para nosso casamento”, explica Junea.

  • Ter papéis definidos é fundamental
    Na Brazi Bites, Junea supervisiona vendas e marketing, e Cameron lida com operações e finanças. Então, eles unem suas forças para estratégias do todo e desenvolvimento de marca, colaborando quando necessário, mas cada um deles lidera sua própria área e alguém tem sempre a palavra final em uma questão específica, dependendo do setor que envolver. Eles também se asseguram de que cada funcionário se reporte a apenas um deles para evitar confusão. Ainda que sejam quase alinhados em termos de visão, eles têm abordagens distintas. No início da Brazi Bites, eles trabalhavam lado a lado em um escritório compartilhado, e isso causava colaboração em excesso e muitas interrupções. Agora, têm escritórios separados, e ambos são mais produtivos.

  • Investidores têm opiniões fortes sobre negócios de casais
    “Investidores podem relutar em investir em uma startup de um casal”, diz um artigo recente da publicação “Harvard Business Review”. Junea e Cameron contam que, de fato, conheceram investidores que se preocupavam demais com a natureza de seu relacionamento para investir na empresa. Eles se preocupavam com batalhas processuais e cláusulas de divórcio. Mas isso tem mudado. Muitos investidores afirmam hoje em dia que seus negócios mais rentáveis foram em times de marido e mulher. Quando Junea e Cameron estiveram no reality show “Shark Tank”, os investidores estavam animados para trabalhar com eles por conta de seu histórico lucrativo.

  • Ter confiança completa em seu parceiro o faz andar mais rápido
    Começar um negócio é desafiador e consome tempo. “Não consigo imaginar ter feito isso sem um parceiro em quem eu confiasse”, conta Junea. Não apenas o casal era capaz de encarar o trabalho duro e os desafios como um time, como era brutalmente honesto um com o outro. Isso significou não perder tempo escondendo coisas que podem minar o relacionamento.

O trabalho não acaba nunca
Durante os primeiros anos, Junea e Cameron trabalhavam o tempo todo. Viver com seu sócio permite que você coloque mais trabalho na rotina do que com aqueles que colaboram apenas durante o horário comercial. Sete anos depois, eles ainda pensam em estratégias durante o café da manhã, jantar e nos finais de semana. Então, adotaram uma regra simples para manter as coisas sob controle: quando um deles diz que precisa de uma pausa, ela é feita sem mais perguntas. “Nós equilibramos um ao outro e isso se traduz tanto para nossos negócios quanto para nosso casamento”, explica Junea.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo