Negócios

Google lança equipamentos para competir no mercado de hardware

Divulgação

Laptop Pixelbook (Divulgação)

O Google lançou nesta quarta-feira (4) a segunda geração do seu celular Pixel, junto com novos alto-falantes ativados por voz, redobrando a aposta em hardware, na esteira de crescente competição com Apple e Amazon.com.

LEIA MAIS: Google paga US$ 1,1 bi por divisão Pixel da HTC

Os equipamentos incluem laptop Pixelbook, fones de ouvido sem fio e uma câmera no estilo GoPro e operam com sistemas operacionais e serviços do Google. Isso significa que o uso dos dispositivos deve estimular o principal negócio da empresa, a venda de anúncios, à medida que consumidores de hardware usam serviços do Google como ferramenta de busca e mapas.

O celular Pixel 2 terá dois tamanhos com preço inicial em US$ 649 para o modelo base e US$ 849 para o modelo maior. Os aparelhos estarão disponíveis a partir do dia 19.

O Pixelbook, com preço de US$ 999, primeiro laptop operado pelo Google Assistant, suportará o Snapchat, da Snap. O computador estará disponível a partir do dia 31.

VEJA TAMBÉM: Google anuncia novo centro de armazenamento de dados no Brasil

O alto-falante Google Home Mini, que concorrerá com o Echo Dot, da Amazon, custará US$ 49 nos EUA, no final do ano.

O Pixel estreou há um ano, com analistas estimando vendas de mais de 2 milhões, impulsionando receitas não publicitárias do Google. A categoria “outros” da empresa, que inclui hardware e vendas de serviços de armazenamento online, representou cerca de 12% das vendas globais no trimestre mais recente.

No mês passado, a empresa expandiu o desenvolvimento de hardware ao incorporar uma equipe de engenharia de celulares de 2 mil pessoas na HTC ao custo de US$ 1,1 bilhão.

Comentários
Topo