Negócios

JBS paralisa atividades em Mato Grosso do Sul por “insegurança jurídica”

iStock

Segunda a empresa, a insegurança jurídica se deu em função de dois pedidos de bloqueio de recursos por uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa (iStock)

A empresa de alimentos JBS informou nesta quarta-feira (18) que estão paralisadas as atividades de compra e abate em suas sete unidades de carne bovina em Mato Grosso do Sul por tempo indeterminado.

LEIA MAIS: JBS diz que pretende fazer IPO de subsidiária nos EUA em “momento mais oportuno”

Segundo nota, a paralisação nas atividades ocorre “em função da insegurança jurídica instalada em Mato Grosso do Sul”, um dos maiores Estados produtores de gado do Brasil.

Segunda a empresa, a insegurança jurídica se deu em função de dois pedidos de bloqueio de recursos por uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa, que somam R$ 730 milhões, por supostos prejuízos fiscais causados ao Estado.

A assessoria de imprensa não informou se os recursos já foram bloquedos.

De acordo com a companhia, os colaboradores continuarão recebendo seus salários normalmente até que a companhia tenha uma definição sobre o tema.

“A JBS esclarece que está empenhando seus melhores esforços para a manutenção da normalidade das suas operações e trabalha para proteger seus 15 mil colaboradores diretos e 60 mil indiretos em Mato Grosso do Sul”, disse a empresa.

Comentários
Topo