Negócios

O Instagram é mesmo importante para a indústria de alimentos?

iStock

Segundo os chefs, ainda que o Instagram seja necessário, a comida é o foco. (iStock)

É difícil falar sobre comida atualmente sem o Instagram. Mas as opiniões de estrelas da indústria sobre o crescimento da rede social de fotos são divergentes. Essa foi uma das questões abordadas no Forbes Under 30 Summit, que ocorreu em Boston na última semana.

VEJA TAMBÉM: 15 perfis que você deve seguir no Instagram

“Há alguns chefs se que preocupam apenas com a comida ter uma boa aparência”, diz Zachary Engel, chef executivo do restaurante Shaya, em Nova Orleans. “Eles se esquecem de que é preciso ser saboroso também ou de que as duas coisas não precisam necessariamente seguir um padrão.” Talvez por isso, os pratos em seu restaurante têm uma aparência mais rústica e natural, diferente dos que bombam no Instagram. “Não fazemos empratamentos sofisticados, característica dos pratos ‘instagramáveis’”, provoca.

O chef mundialmente renomado Daniel Boulud tem opinião parecida. “Se alguma coisa é feia, não significa que não seja deliciosa”, diz, com uma tigela de tripas como exemplo.

Para Alexandra Clark, que faz chocolates abertos potencialmente “instagramáveis”, o investimento em design deve ter o cliente em mente em primeiro lugar. Ela diz que, quando começou, desejava que as pessoas pudessem ver o que estava dentro dos chocolates para escolher os que mais gostavam, e não apenas ter “likes” nas fotos postadas.

Em resumo, segundo os chefs, ainda que o Instagram seja necessário, a comida é o foco. “Não tento estar na moda”, diz Boulud ao moderador Lee Brian Schrager, fundador e diretor do festival Food Network and Cooking Channel South Beach and New York City Wine & Food Festivals. O fato de Boulud ter começado a febre do hambúrguer gourmet, na década passada, no entanto, não passou batido por Schrager. Questionado, o chef explica que seu objetivo é “evoluir as técnicas e os sabores tradicionais.”

Alexandra afirma ser mais flexível nesse aspecto. Ela diz tentar um pouco de tudo porque “em uma caixa de chocolate, essa é a expectativa”.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo