Negócios

Uber recorre contra perda de licença de operação em Londres

iStock

Recurso é uma breve notificação das intenções da Uber ao invés de uma apresentação sobre os motivos da suspensão da licença (iStock)

A Uber entrou com um recurso em um tribunal britânico nesta sexta-feira (13) para reverter a decisão do órgão regulador de transportes de Londres que suspendeu a licença de operação da empresa em um de seus mercados mais importantes. A agência Transport for London (TfL) surpreendeu a empresa do Vale do Silício no mês passado ao considerá-la inadequada para operar um serviço de transporte e recusar-se a renovar sua licença, citando a abordagem da Uber em relação a crimes e verificações de antecedentes de motoristas.

LEIA MAIS: Uber diz que garantir direitos trabalhistas de motoristas no Reino Unido custaria dezenas de milhões de dólares

O documento apresentado nesta sexta-feira (13) ao tribunal é uma breve notificação das intenções da Uber de recorrer, ao invés de uma apresentação completa dos motivos detalhados. Uma audiência deve acontecer em 11 de dezembro, disse à Reuters um porta-voz do Judiciário do Reino Unido.

A Uber, criticada pelo prefeito de Londres, Sadiq Khan, por utilizar um “exército de advogados”, disse que espera manter o diálogo com a TfL para encontrar uma maneira de prosseguir. “Embora tenhamos apresentado nosso recurso para que os cidadãos de Londres possam continuar usando nosso aplicativo, esperamos continuar tendo discussões construtivas com a Transport for London”, disse um porta-voz da Uber.

Comentários
Topo