Negócios

Brasileiro IG4 pretende captar US$ 400 mi para investir em empresas em dificuldades

iStock

Empresa espera investir em até oito empresas no setor imobiliário, de infraestrutura e industriais que estejam em “situação especial” (iStock)

A IG4 Capital Investimentos está criando um novo fundo de private equity de US$ 400 milhões com o objetivo de investir em empresas brasileiras em dificuldades, disse o fundador Paulo Mattos à Reuters nesta quarta-feira (22).

LEIA MAIS: Descubra como Andrew, filho da rainha Elizabeth, conecta startups aos investidores

Mattos espera investir em até oito empresas no setor imobiliário, de infraestrutura e industriais que estejam em “situação especial”. Essas podem ser empresas com um fardo de dívida insustentável, com acionistas controladores envolvidos em investigações de corrupção ou enfrentando problemas regulatórios, disse Mattos.

O executivo lembrou que os bancos brasileiros têm em carteira um grande volume de imóveis tomados como colateral em empréstimos, e que há oportunidades interessantes de investimento entre empresas da cadeia automotiva.

O primeiro fundo do IG4 arrecadou R$ 400 milhões (US$ 124 milhões) para investir na Iguá Saneamento. A empresa, anteriormente conhecida como CAB Ambiental, foi adquirida em julho da Galvão Engenharia, um dos conglomerados de construção do Brasil forçados a vender ativos depois de ter sido atingido pela operação Lava Jato.

O segundo fundo arrecadou US$ 100 milhões até o momento com o Park Hill Group, uma divisão da PJT Partners, atuando como agente de colocação, disse Mattos, ex-executivo da GP Investments que fundou sua própria empresa em 2015.

Comentários
Topo