Cade aprova aquisição pela Cargill da Integral

iStock
Segundo dados do Cade, a Integral desenvolve, produz e comercializa diretamente aos agricultores (“business-to-farm”) produtos de nutrição animal para ruminantes (principalmente bovinos) (iStock)

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a aquisição pela Cargill da totalidade das quotas representativas do capital social da empresa de nutrição animal Integral, segundo despacho publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (21).

LEIA MAIS: Cargill faz primeira aquisição em nutrição animal no Brasil

Conforme o Cade, “verifica-se pequena sobreposição horizontal nos mercados de suplementos minerais para animais, premix para nutrição animal e ração para gado de corte”.

Segundo dados do órgão de defesa da concorrência, a Integral desenvolve, produz e comercializa diretamente aos agricultores (“business-to-farm”) produtos de nutrição animal para ruminantes (principalmente bovinos), além de outras espécies como equinos, ovinos e caprinos. “Para a Cargill, a transação proposta representa uma boa oportunidade, alinhada à estratégia global do grupo de concentrar suas atividades em negócios de maior valor agregado e com oportunidades de crescimento”, apontou o Cade em seu parecer sobre o negócio.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).