Negócios

Cemig tem prejuízo de R$ 83,7 mi no terceiro trimestre

iStock

Estatal mineira de energia está em um processo de venda de cerca de R$ 8 bilhões em ativos para pagar dívidas (iStock)

A Cemig registrou um surpreendente prejuízo no terceiro trimestre, com o resultado sendo impactado pelo refinanciamento de dívidas tributárias e provisões para perdas com investimentos, disse a estatal elétrica mineira em relatório divulgado na quarta-feira (15). O prejuízo da Cemig no trimestre encerrado em 30 de setembro foi de R$ 83,7 milhões, ante lucro R$ 433,5 milhões no mesmo período do ano passado. A estimativa de analistas ouvidos pela Thomson Reuters era de um lucro de R$ 210 milhões.

LEIA MAIS: Brasil vende concessão de usinas por R$ 12,13 bi

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) recuou 92% em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 100,6 milhões, também abaixo da estimativa de analistas ouvidos pela Reuters de R$ 657 milhões. A margem Ebitda caiu 22,42 pontos percentuais, para 1,97% na comparação anual.

Na apresentação do resultado, a empresa disse que a adesão ao plano de regularização de créditos tributários, o chamado Refis, resultou em pagamento de R$ 588 milhões, que impactou o resultado do trimestre. Além disso, a empresa fez provisões de R$ 122 milhões para perdas com investimentos. Os custos totais cresceram 31% no período, com forte aumento das despesas operacionais com a compra de eletricidade e gás para revenda.

A Cemig está em meio a um processo para vender cerca de R$ 8 bilhões em ativos para pagar dívidas. Na segunda-feira (13), a empresa disse que recebeu propostas não vinculantes para sua participação na empresa de energia do Rio de Janeiro,a Light SA. A empresa fechou o trimestre com dívida líquida de R$ 12,77 bilhões, 2,81% inferior a dívida no fim de setembro do ano passado.

Comentários
Topo