O que a Apple poderia fazer com o dinheiro de sua offshore

O Paradise Papers revelou que a Apple tem uma nova estrutura secreta que permitiu evitar o pagamento de bilhões em impostos depois que a operação na Irlanda foi descoberta, em 2013. Depois de críticas generalizadas, a empresa encontrou um novo refúgio fiscal em Jersey, uma pequena ilha no Canal Britânico, que lhe permite operar com uma taxa tributária muito baixa.

VEJA TAMBÉM: Fãs da Apple voltam a formar longas filas na Ásia

A Apple defendeu o movimento dizendo que a sua nova estrutura não diminuiu seus impostos e que ela permanece como a maior contribuinte do mundo, tendo pago aproximadamente US$ 35 bilhões em impostos corporativos nos últimos três anos.

A empresa que a Apple moveu para Jersey detém US$ 252 bilhões em dinheiro de offshore. A quantia é tão grande que é difícil imaginar o que a companhia poderia fazer com o dinheiro. Ela poderia comprar o jogador brasileiro de futebol Neymar 1.272 vezes, por exemplo, ou 577 Airbus A380s. Veja, a seguir, mais alguns exemplos:

iPhone X: 219.321.149 unidades de 256 GB

Reuters
Reuters

Bugatti Veyron: 148.235 unidades

iStock
iStock

Caças Lockheed F-35: 2.672 unidades

iStock
iStock

Neymar: 1.272 vezes

Getty Images
Getty Images

Airbus A380s: 577 unidades

iStock
iStock

Eclipses (iate de luxo de Abramovich): 472 unidades

Getty Images
Getty Images
Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).