Negócios

Valor da bitcoin atinge máxima histórica e ultrapassa US$ 10 mil

iStock

O valor da moeda subiu mais de 10 vezes neste ano (iStock)

A moeda virtual bitcoin subiu para uma máxima histórica de US$ 10.750 nesta quarta-feira (29) nas principais bolsas e índices de moeda digital, inclusive na amplamente seguida plataforma de negociação BitStamp, baseada em Luxemburgo.

LEIA MAIS: Grandes investidores se mantêm afastados do boom do bitcoin

Às 8h45 (no horário de Brasília) a moeda era cotada a US$ 10.750 na BitStamp, em alta de 9% no dia.

Criada em 2009, a bitcoin usa a criptografia e um banco de dados blockchain que permite transferências rápidas e anônimas de fundos fora de um sistema de pagamento centralizado tradicional.

O valor da moeda subiu mais de 10 vezes neste ano, registrando o maior ganho de todas as classes de ativos, em meio ao aumento da demanda institucional por criptomoedas, à medida que o uso financeiro e popular se expande.

Mas os céticos dizem que é uma clássica bolha especulativa sem relação com a atividade real do mercado financeiro ou com a economia, com destaque para o comentário do presidente-executivo do JPMorgan, Jamie Dimon, que a rotulou a criptomoeda de fraude.

VEJA TAMBÉM: Entenda como o bitcoin e outras moedas digitais já valorizam mais de 870%

A Bitcoin ultrapassou US$ 10 mil em bolsas menores, como a CEX.IO, e o índice de criptomoeda coinmarketcap.com muito antes de atingir o marco na BitStamp.

“O aumento de preços é a continuação de uma tendência de longo prazo que foi impulsionada pela atividade especulativa no Japão e também com investidores institucionais testando o mercado de criptomoedas”, disse Thomas Glucksmann, diretor de marketing da bolsa Gatecoin, de Hong Kong.

Comentários
Topo