Negócios

Via Varejo se prepara para concorrência de rivais internacionais

iStock

Entre os diferenciais da companhia está a atuação da Via Varejo em serviços financeiros, especialmente o crediário, e o chamado “Retira Rápido” (iStock)

A rede de móveis e eletrodomésticos Via Varejo está intensificando os esforços para melhorar a eficiência das operações e fazer frente à concorrência de rivais internacionais como Amazon.com e o Mercado Livre, disse nesta sexta-feira (24) o gerente de Relações com Investidores da companhia, Luis Felipe Bresaola. “Precisamos correr igual ou mais que o competidor e isso estamos fazendo”, comentou o executivo em encontro com analistas e investidores na sede da empresa, em São Caetano do Sul.

LEIA MAIS: Via Varejo tem lucro de R$ 14 mi no 3º trimestre

Entre as medidas implementadas para aumentar a competitividade dos negócios em relação a rivais internacionais do e-commerce, ele citou como diferencial a atuação da Via Varejo em serviços financeiros, especialmente o crediário, e o chamado “Retira Rápido”, em que os clientes podem retirar pessoalmente itens comprados na internet em lojas físicas e que já atende a quase metade das vendas de smartphones. “Não desprezamos a Amazon, é um player global que já atua no mercado brasileiro há algum tempo, então precisamos constantemente melhorar nossa operação”, disse Bresaola.

Questionado sobre o interesse do Grupo Pão de Açúcar (GPA) em vender sua fatia majoritária na Via Varejo, ele respondeu que a rede de móveis e eletrodomésticos continua à venda. “Não tivemos nenhum novo posicionamento do GPA e nossa administração está completamente focada na operação para buscar rentabilidade melhor para o acionista”, afirmou.

Comentários
Topo