O que investidores bilionários pensam sobre o bitcoin

O bitcoin é um tema frequente em manchetes do mundo todo. Muito se fala sobre ele, e as opiniões divergem. Porém, é impossível negar o alto valor da moeda: um bitcoin valia, ontem (13), R$ 57.646,89.

VEJA TAMBÉM: Grandes investidores se mantêm afastados do boom do bitcoin

As pessoas amam assistir a bolhas sendo criadas. E, então, surge “medo de ficar de fora”. Essa parece ser uma dessas situações.

Não há valor intrínseco no bitcoin. Até agora, a moeda virtual tem sido comprada puramente com a expectativa de que alguém irá pagar mais por ela em algum ponto. Ou seja, é especulação sobre a psicologia humana.

É difícil de prever o catalisador que pode estourar uma bolha de mercado. E sempre tende a haver interligação entre bolhas, ao redor da economia, que não são claras antes de serem estouradas (por exemplo, algum tipo de efeito dominó).

Veja, na galeria de fotos abaixo, o que investidores bilionários pensam sobre o bitcoin:

  • Carl Icahn, fundador do Icahn Capital Management
    “Eu não entendo. Se você ler livros de história sobre todas as bolhas… é isso que o bitcoin é.”

  • Warren Buffett, fundador do Berkshire Hathaway
    “É uma miragem. A ideia de que isso tem algum valor intrínseco é uma enorme piada. É uma maneira de transferir dinheiro.”

  • Jamie Dimon, diretor-executivo do JPMorgan Chase
    “Não é algo real. É uma fraude.”

  • Ray Dalio, fundador da administradora de investimentos Bridgewater Associates
    “O bitcoin é uma bolha. São pessoas especuladoras que pensam que podem vendê-lo a preços mais altos. Ou seja, é uma bolha.”

  • Leon Cooperman, fundador do Omega Advisors
    “Eu não tenho dinheiro aplicado em bitcoin. Há muita euforia nessa moeda.”

  • Marc Lasry, fundador do Avenue Capital Group
    “Eu deveria ter comprado bitcoin quando estava cotado a US$ 300. Eu não entendo. Pode fazer sentido tentar participar disso, mas não posso fazer uma análise sobre os motivos disso fazer sentido ou não. Eu acho que é real, pois está se tornando muito popular.”

  • Ken Griffin, fundador da instituição financeira Citadel
    “Não é o futuro das moedas. Eu não chamaria de fraude também. O bitcoin tem muitos dos elementos de uma bolha.”

  • Jerry Yang, fundador do Yahoo!
    “O bitcoin ainda não chegou no estágio de moeda digital. Eu pessoalmente acredito que a moeda digital pode ter um papel em nossa sociedade, mas, por enquanto, parece ser dirigida apenas pela moda de investir e ter um retorno.”

  • Mark Cuban, fundador da Broadcast.com
    Primeiro, ele chamou o bitcoin de “bolha”. Agora, ele investe em um fundo de cobertura de criptomoedas, mas as chama de “última jogada”.

  • Michael Novogratz, ex-investidor e gestor de fundos de cobertura
    “Toda a capitalização de mercado de todas as criptomoedas é US$ 300 bilhões. Isso não é nada globalmente. Acho que isso pode ir muito mais longe.” Ele iguala o bitcoin a uma alternativa ou a um substituto do ouro, que é um mercado de US$ 8 trilhões. “A médio prazo, isso irá muito mais alto.” Mas ele reconhece que o bitcoin não deve corresponder a mais de 1% a 3% do patrimônio de pessoas comuns.

  • Thomas Peterffy, fundador da Interactive Brokers
    Peterffy alertou sobre criar contratos negociados em Bolsa em bitcoins. Ele diz que um grande movimento no preço poderia afetar as organizações de compensação, o que poderia desestabilizar a economia real.

Carl Icahn, fundador do Icahn Capital Management
“Eu não entendo. Se você ler livros de história sobre todas as bolhas… é isso que o bitcoin é.”

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).