Comércio em torno da maconha legal deve chegar a mais de US$ 10 bilhões neste ano

O primeiro dia do ano foi uma data importante para a indústria norte-americana de maconha, com a legalização da planta na Califórnia. As ações em companhias relacionadas ao mercado subiram em todo o país, em um aumento de quase US$ 2 bilhões em valor. A Califórnia, sexta maior economia do mundo, é o maior Estado a regulamentar o consumo da maconha, o que terá um grande impacto nessa indústria na próxima década.

LEIA TAMBÉM: Austrália quer exportar maconha medicinal de olho em mercado lucrativo

O relatório anual da Cannabis Industry revelou que o comércio de maconha, tanto para uso pessoal quanto medicinal, irá decolar neste ano. As vendas irão chegar a US$ 4,75 bilhões e US$ 6 bilhões, respectivamente. Até 2023, as duas formas de consumo irão valer mais de US $20 bilhões; e US$ 24 bilhões em 2025.

Veja, no gráfico a seguir, o crescimento da venda de maconha nos Estados Unidos ao longo dos anos:

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).