Negócios

Jeff Bezos doa US$ 33 milhões para financiar bolsas de estudo a imigrantes

Getty Images

Os US$ 33 milhões irão para o TheDream.US, um grupo sem fins lucrativos que oferece apoio financeiro a estudantes DACA para ajudá-los a pagar a universidade. (Getty Images)

O CEO da Amazon Jeff Bezos, atualmente a pessoa mais rica do mundo, doou US$ 33 milhões para financiar bolsas de estudo para mil imigrantes estudantes do ensino médio que vivem nos Estados Unidos graças ao programa Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA), que concede autorização temporária para morar, trabalhar e dirigir aos que entraram no país de forma ilegal quando eram crianças.

VEJA TAMBÉM: Jeff Bezos pede ajuda no Twitter sobre como doar seu dinheiro

Em um release de imprensa anunciando a doação, Bezos contou que seu pai teve de ir de Cuba aos Estados Unidos quando tinha apenas 16 anos e nenhuma habilidade com o inglês.

“Com muita coragem e determinação – e a ajuda de algumas organizações notáveis do estado de Delaware -, meu pai se tornou um cidadão de destaque que faz de tudo para retribuir ao país que o abençoou de muitas maneiras. MacKenzie e eu estamos honrados por sermos capazes de ajudar os Dreamers de hoje ao financiar essas bolsas de estudo”, declarou Bezos, referindo-se à esposa.

Os US$ 33 milhões irão para o TheDream.US, um grupo sem fins lucrativos que oferece apoio financeiro a estudantes DACA para ajudá-los a pagar a universidade. A organização irá repassar a mil alunos um total de US$ 33 mil para cada um em bolsas de estudo e ajuda ao longo de quatro anos para cobrir seus custos de educação superior.

Uma fonte próxima da organização confirmou a FORBES que Don Graham, cofundador da TheDream.US, escreveu para Bezos em resposta a um tuíte de junho de 2017 do CEO da Amazon que pedia ideias para uma estratégia filantrópica.

No tuíte, Bezos deixou claro que queria ideias que tivessem impacto imediato e ajudassem o mundo “agora mesmo”, em oposição a suas estratégias de negócio de longo prazo. “Graham escreveu a Jeff dizendo que sua organização e os indivíduos que iriam se beneficiar dela entram exatamente nesse critério”, disse a fonte.

LEIA: Jeff Bezos chega a US$ 104 bilhões, mas não é a pessoa mais rica da história

Como o homem mais rico do mundo, Bezos deixou muita gente se perguntando sobre seus planos filantrópicos. Depois que sua fortuna aumentou US$ 50 bilhões em um período de dois anos e quase US$ 5 bilhões na semana passada, Bezos, que tem patrimônio de US$ 109 bilhões, tem muito dinheiro para gastar.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo