50 Cent nega ter ganho dinheiro com bitcoin

Getty Images
50 Cent admitiu que a mídia reportou informações incorretas sobre seus ganhos e que “nunca teve e não tem bitcoin” (Getty Images)

As informações que circularam em janeiro de que o rapper 50 Cent havia ganho cerca de US$ 7 milhões com bitcoins podem não ser verdadeiras. Novos documentos obtidos pelo site de celebridades “The Blast” sugerem que o rapper nunca teve lucro com bictoin e que foi desonesto sobre seu envolvimento com a moeda porque gostou da publicidade.

LEIA MAIS: Rapper 50 Cent faturou milhões com bitcoin antes de a moeda se tornar popular

“De forma geral, desde que uma história na imprensa não seja danosa para a minha imagem ou marca, eu normalmente não sinto a necessidade de negá-la publicamente”, revelou 50 Cent nos documentos. “Isso é particularmente verdade quando sinto que a notícia em questão é favorável para a minha imagem e marca, mesmo que seja baseada em informações falsas.”

Em julgamento por seu pedido de falência, novas provas foram entregues à corte para garantir que o rapper nunca revelou sua situação financeira. 50 Cent admitiu que a mídia reportou informações incorretas sobre seus ganhos e que “nunca teve e não tem bitcoin, e que nenhuma de suas empresas lidou com a criptmoeda de 2014 até o presente”.

Em janeiro, o site de notícias “TMZ” reportou que o rapper tinha se tornado o primeiro artista a aceitar bitcoins como forma de pagamento para a compra de seu disco “Animal Ambition”, em 2014. Depois do lançamento, ele teria ganho 700 bitcoins, o que gerou US$ 400 mil. Como a criptomoeda teve valorização com o passar dos anos, acreditava-se que este número tinha crescido para algo entre US$ 7 milhões e US$ 8,5 milhões.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

Depois que a notícia inicial sobre seu envolvimento com a moeda foi publicada, 50 Cent se vangloriou nas redes sociais. “Nada mal para um garoto do Sul, estou orgulhoso de mim”, escreveu em uma publicação já deletada.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).