Bayer deve ter aprovação da UE para negócio de US$ 62,5 bi com Monsanto, dizem fontes

iStock
A Bayer já se comprometeu a vender certos ativos em sementes e herbicidas por US$ 7,2 bilhões para a Basf (iStock)

O grupo alemão de remédios e agroquímicos Bayer deve obter uma aprovação antitruste condicional da União Europeia para sua proposta de US$ 62,5 bilhões pela Monsanto, líder global em sementes, disseram hoje (28) duas fontes com conhecimento do assunto.

LEIA MAIS: Fusão entre Bayer e Monsanto é aprovada no Brasil

A aquisição, a última de uma série no setor agrícola nos últimos anos, deve criar uma companhia com uma fatia de mais de um quarto no mercado mundial de sementes e pesticidas.

A Bayer já se comprometeu a vender certos ativos em sementes e herbicidas por € 5,9 bilhões (US$ 7,2 bilhões) para a Basf para endereçar preocupações regulatórias da UE.

Mais cedo nesta quarta-feira, a Bayer disse que as novas concessões aos órgãos antitruste devem incluir a venda de seu negócio de sementes, confirmando uma matéria anterior da Reuters.

A Comissão Europeia, que deve decidir sobre a transação em um prazo que encerra em 5 de abril, não quis comentar.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

A Bayer disse que continua um diálogo construtivo com o órgão de defesa da concorrência na Europa.

O negócio entre Bayer e Monsanto levantou críticas por parte de ambientalistas e alguns grupos de produtores, que estão preocupados com o poder de mercado da nova companhia.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).