Carrefour Brasil tem alta de 9% no lucro ajustado do 4º tri

iStock
O Carrefour Brasil teve crescimento de 4,2% na receita líquida do quarto trimestre sobre um ano antes (iStock)

O Carrefour Brasil teve lucro líquido de R$ 633 milhões no quarto trimestre, alta de 9% sobre o mesmo período de 2016, com o resultado sendo puxado pelo desempenho da divisão de atacarejo Atacadão e apesar da deflação de alimentos.

LEIA MAIS: Gigantes mundiais preveem investir bilhões no Brasil em 2018

O lucro líquido atribuível aos acionistas controladores subiu 11,1% ante o quarto trimestre de 2016, para o valor recorde de R$ 596 milhões. No ano, o lucro líquido ajustado subiu 12,4% ante 2016, para R$ 1,4 bilhão – o maior da história do Carrefour Brasil, disse a empresa no balanço.

A companhia teve geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 1,118 bilhão de outubro a dezembro, avanço de 0,7% na comparação anual. A margem recuou 0,3%, no período para 8,6%.

O resultado foi divulgado alguns dias depois do principal rival do grupo, o GPA, anunciar lucro líquido de R$ 408 milhões no quarto trimestre, revertendo resultado negativo de R$ 29 milhões sofrido um ano antes. O Ebitda ajustado foi de R$ 931 milhões, alta de 28%.

O Carrefour Brasil teve crescimento de 4,2% na receita líquida do quarto trimestre sobre um ano antes, para R$ 13,7 bilhões, encerrando o ano com faturamento de R$ 50,28 bilhões, crescimento de 5,8%.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

A divisão Atacadão apurou vendas líquidas de R$ 8,46 bilhões no período, alta de 6,8% sobre um ano antes. Já a área de supermercados do grupo ficou praticamente estável, com vendas líquidas de R$ 4,59 bilhões nos três últimos meses de 2017.

A margem bruta do Atacadão foi de 15,3% no quarto trimestre ante 14,4% um ano antes. Na área de supermercados a margem bruta caiu a 25,9% ante 27,3% no quarto trimestre de 2016. O GPA divulgou margem bruta do atacarejo Assaí de 18% ante 16,1% um ano antes e na área de supermercados a margem cresceu de 26,9% para 30% no quarto trimestre.

Para 2018, o Carrefour Brasil prevê investimento de R$ 1,8 bilhão de reais, estável sobre 2017, e abertura de 20 lojas Atacadão ante 12 aberturas no ano passado. A companhia também espera alcançar equilíbrio financeiro na operação de cartão de crédito do Atacadão até o final do ano.

O Carrefour Brasil também afirmou no balanço que pretende implementar sistema de compra online e retirada de produtos pelos consumidores em supermercados e hipermercados do grupo neste ano.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).