Mercado Livre investirá US$ 100 mi para abrir centros de distribuição no México

iStock
Os centros de distribuição serão os primeiros do Mercado Livre no México e devem resultar na abertura de 3 mil vagas de emprego (iStock)

O Mercado Livre, maior grupo de e-commerce da América Latina, informou ontem (15) que abrirá dois grandes centros de distribuição no México, como parte de esforços para melhorar a logística no país.

LEIA MAIS: Mercado Livre estrutura novos serviços no comércio eletrônico

A companhia sediada em Buenos Aires disse que investirá US$ 100 milhões para abrir os centros de distribuição, que serão os primeiros do Mercado Livre no país e devem resultar na abertura de 3 mil vagas de emprego.

As instalações ajudarão a companhia a acelerar as entregas, o que é uma característica essencial do e-commerce, afirmou o presidente-executivo do Mercado Livre, Ignacio Caride, em uma entrevista neste mês à Reuters. “O mais rápido possível – essa será a experiência do e-commerce”, disse ele. “Essa é a grande diferença entre as pessoas irem às lojas de varejo com pacotes nos braços, e pessoas que compram online – o tempo que demora.”

Os centros de distribuição, que somam 130 mil metros quadrados, serão no estado do México, em torno da Cidade do México.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

O nascente mercado de comércio eletrônico do México está se aquecendo, com a gigante norte-americana Amazon.com também investindo pesadamente.

A logística é o maior desafio para as companhias que atuam no e-commerce, disse Caride. “Essa é a parte mais difícil para resolver, porque é muito caro, exige muitas pessoas e requer um investimento muito grande”, afirmou.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).