RD tem alta de 54% no lucro líquido do 4º trimestre

iStock
A RD teve resultado positivo de R$ 87 milhões no mesmo intervalo de 2016 (iStock)

A RD, ex-Raia Drogasil, teve um lucro líquido de R$ 134,2 milhões no quarto trimestre do ano passado, superando o resultado positivo de R$ 87 milhões no mesmo intervalo de 2016.

LEIA MAIS: Raia Drogasil tem lucro de R$ 136,5 mi no 3º tri

A RD ainda apurou uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 288,7 milhões entre outubro e dezembro, ante R$ 236 milhões no último trimestre de 2016.

As despesas gerais e administrativas no quarto trimestre foram equivalentes a 2,4% da receita bruta, ante 2,7% no mesmo período do ano anterior. Já as despesas com vendas representaram 18,3% do faturamento bruto, ante 18,7% no quarto trimestre de 2016.

A maior rede de varejo farmacêutico do país reiterou a intenção de acelerar a expansão da rede de lojas, com meta de abrir 240 novas unidades em 2018 e 240 em 2019, bem como citou planos de investir em infraestrutura para banco de dados voltado ao programa de fidelidade e na prospecção de novas contas para sua plataforma de saúde. No ano passado, a RD abriu 210 lojas no Brasil e fechou 20.

A empresa encerrou 2017 com 1.610 lojas em operação em 20 Estados e obteve uma margem bruta no quarto trimestre de 28,8% da receita, queda de 0,8%.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

“A grande prioridade para 2018, além de concluir ou incrementar as diversas iniciativas começadas nos últimos anos, será o desenvolvimento de um novo planejamento estratégico para os próximos 5 anos”, afirmou a RD no balanço, acrescentando que no fim de 2017 um total de 35,6% das lojas ainda estava em processo de maturação.

Entre as iniciativas identificadas pela companhia como alavancas de crescimento está a expansão de canais de venda, incluindo comércio eletrônico, “com a entrega na vizinhança e a retirada rápida e gratuita dos produtos em loja”.

A RD terminou 2017 com dívida líquida de R$ 393,6 milhões versus R$ 182,6 milhões em 2016. A dívida líquida ajustada sobre Ebitda foi 0,3 vez.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).