Twitter registra primeiro lucro líquido e ações sobem 15%

iStock
O Twitter divulgou 330 milhões de usuários ativos mensais no trimestre (iStock)

O Twitter Inc divulgou hoje (8) seu primeiro lucro líquido trimestral e superou as estimativas de Wall Street, com o aumento das vendas de anúncios em vídeo. O número de pessoas que usam a rede social, no entanto, ficou aquém das expectativas, por conta da repressão às contas falsas.

LEIA MAIS: Twitter direciona seu foco para empresários e executivos com alto poder aquisitivo

As ações do serviço de microblog subiram cerca de 15% antes da abertura do mercado nos Estados Unidos.

A incapacidade prévia do Twitter de gerar lucro confundiu os investidores, dada a presença onipresente da empresa na mídia e a popularidade entre celebridades, atletas e políticos, como o presidente dos EUA, Donald Trump.

Em outubro, a empresa indicou que seria possível gerar lucro com o corte de despesas. O lucro e a receita ajustados do quarto trimestre atingiram os objetivos dos analistas.

O Twitter disse que espera “ser GAAP rentável para o ano completo de 2018”, em referência aos princípios contábeis comumente aceitos.

Contudo, o número de usuários no trimestre ficou aquém do esperado por Wall Street. O Twitter divulgou 330 milhões de usuários ativos mensais no trimestre, um aumento de 4% em relação ao ano anterior, mas estável na comparação com o terceiro trimestre.

Os analistas esperam, em média, 332,5 milhões de usuários ativos mensais, de acordo com a empresa financeira e de dados da FactSet.

A contagem dos usuários é observada de perto pelos investidores como um sinal do futuro potencial de vendas de anúncios.

VEJA TAMBÉM: 3 maneiras criativas de usar o Twitter para impulsionar seu negócio

O Twitter, com sede em São Francisco, disse que o uso foi prejudicado pela fraqueza sazonal e uma mudança que a Apple Inc fez no seu navegador Safari, que reduziu a conta dos usuários em 2 milhões. A rede social já havia alertado os investidores sobre os dois fatores em outubro.

Ainda segundo a empresa, em uma carta enviada aos acionistas, os esforços para reduzir spams foram intensificados, assim como contas automatizadas conhecidas como “bots” e contas falsas.

Os usuários ativos mensais no mercado dos EUA, onde o Twitter gera a maior parte de sua receita, caiu para 68 milhões contra 69 milhões no terceiro trimestre.

O Twitter registrou lucro líquido de US$ 91,1 milhões, ou US$ 0,12 por ação, no quarto trimestre, ante um prejuízo de US$ 167,1 milhões, ou UJS$ 0,23 por ação, no mesmo período de 2016.

O lucro ajustado foi de US$ 0,19 por ação, superando as expectativas dos analistas de US$ 0,14 por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita aumentou 2% em relação ao ano anterior, para US$ 731,6 milhões, o primeiro aumento desde o quarto trimestre de 2016, superando a estimativa de Wall Street de US$ 686,1 milhões, de acordo com a Thomson Reuters I/B/ E/S.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).