Bolsa da China fecha em queda após saída de assessor da Casa Branca

iStock
O índice CSI300 recuou 0,75%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,55% (iStock)

Os mercados acionários da China reverteram os ganhos iniciais e fecharam em queda hoje (7), uma vez que as preocupações sobre uma possível guerra comercial devido à renúncia de Gary Cohn, defensor do livre comércio na Casa Branca.

LEIA MAIS: Boom de riqueza na China cria nova geração de mulheres bilionárias

Cohn, principal assessor econômico da Casa Branca e visto como uma das bases contra as forças protecionistas dentro da administração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou sua saída ontem (6).

A decisão ocorreu após ele perder a disputa contra os planos de Trump de adotar fortes tarifas de importação sobre o aço e o alumínio.

“No momento, os investidores devem ficar cautelosos com o impacto das declarações protecionistas sobre tarifas de Trump”, escreveu em nota a Guosen Securities.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,75%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,55%.

O subíndice do setor financeiro recuou 0,41%, o de consumo caiu 1,35%, o imobiliário perdeu 1,59% e o de saúde recuou 0,83%. O índice que acompanha as empresas de matérias-primas caiu 1,1%.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

No restante da região a renúncia de Cohn também pesou ao alimentar os temores de que Trump vai avançar com as tarifas protecionistas e arriscar uma guerra comercial.

Às 7:07h (horário de Brasília), o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,65%.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,77%, a 21.252 pontos. Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 1,03%, a 30.196 pontos. Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,55%, a 3.271 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,75%, a 4.036 pontos. Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,40%, a 2.401 pontos. Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,36%, a 10.745 pontos. Em Cingapura, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,18%, a 3.450 pontos. Em Sidney, o índice S&P/ASX 200 recuou 1,01%, a 5.902 pontos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).