Chairman da CVC Brasil pede afastamento temporário

Letícia Moreira
Guilherme de Jesus Paulus pediu afastamento temporário presidência do conselho de administração da CVC Brasil (Letícia Moreira)

O presidente do conselho de administração da operadora e agência de viagens CVC Brasil, Guilherme de Jesus Paulus, pediu afastamento temporário do cargo, até que sejam apuradas denúncias envolvendo uma outra empresa na qual ele tem participação, informou a empresa hoje (6) em fato relevante.

LEIA MAIS: Cade aprova compra de fatia controladora da Trend pela CVC

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram na semana passada a Operação Descarte, com o objetivo de desarticular um esquema de lavagem de dinheiro, em que estaria envolvida a empresa CVC Operadora e Agência de Viagens TUR.

Em comunicado, a CVC Brasil afirmou que a CVC TUR não faz parte das empresas pertencentes a CVC Brasil e suas subsidiárias, e que “não possui e nunca possuiu relação ou efetuou qualquer operação com as demais empresas ou pessoas citadas na imprensa”.

O vice-presidente do conselho da CVC Brasil, José Genesini Jurior, vai representar Paulus durante o seu afastamento do conselho de administração, disse a empresa.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).