Como Jeff Bezos se tornou a pessoa mais rica do mundo

A pessoa mais rica do mundo, Jeff Bezos ocupa o topo da lista de bilionários FORBES neste ano pela primeira vez, com o espantoso patrimônio de US$ 112 bilhões.

VEJA TAMBÉM: Cresce número de bilionários no mundo, mas ainda há poucas mulheres

Em meio a isso, muitos se perguntam como a Amazon foi de uma garagem em Seattle ao topo do mundo. De fato, não é fácil compreender como Bezos conseguiu, em um ano, acrescentar US$ 39,2 bilhões a seu patrimônio.

Veja, na galeria de fotos, como Jeff Bezos se tornou a pessoa mais rica do mundo:

  • 1994: funda a Amazon

    Nos primórdios do e-commerce, Bezos – um ex-gestor de fundo de investimento com um fraco por “apostas ousadas” – lança a livraria online Amazon.com de sua garagem.

  • 1996: Amazon se torna a maior livraria do mundo

    Com um milhão de títulos, a Amazon se torna o maior mercado de livros do mundo, apesar de não ter estoque.

  • 1999: Bezos se torna um bilionário

    Apenas dois anos após transformar a Amazon em uma empresa de capital aberto, Bezos estreia na lista de bilionários FORBES enquanto a Amazon continua a espalhar seus tentáculos, primeiro para música, depois para vídeo. Seu patrimônio atinge US$ 10,1 bilhões, graças a um aumento de 5.600% nas ações da empresa com o crescimento da bolha ponto-com.

  • 2000: lança a Blue Origin

    A Amazon ainda tinha de lucrar, mas Bezos lança a Blue Origin, uma empresa fabricante aeroespacial e de serviços de voos espaciais fundada como privada.

  • 2001: Amazon se torna lucrativa

    A bolha estoura e Bezos vê sua fortuna cair para US$ 2 bilhões. Ele ainda consegue terminar o ano positivamente: no fim de 2001, a Amazon se torna lucrativa pela primeira vez.

  • 2005: Amazon Prime

    Completamente recuperado da quebra do ponto-com, Bezos lança a Amazon Prime. Seu patrimônio também se recuperou. Com US$ 4,1 bilhões, ele é mais rico do que Richard Branson e Steve Jobs.

  • 2006: Amazon Web Services

    Bezos move a Amazon, que está em constante crescimento, para a computação de nuvem, lançando a Amazon Web Services. Hoje, a AWS é mais lucrativa do que o negócio de varejo da empresa.

  • 2007: Kindle e Amazon Fresh

    A Amazon lança o primeiro e-reader Kindle e o serviço de delivery de compras de supermercado Amazon Fresh.

  • 2009: Zappos

    A Amazon compra a varejista de calçados online Zappos por US$ 1,2 bilhão em dinheiro e ações.

  • 2010: patrimônio dobra

    Com as vendas de ebooks superando as vendas de livros de capa dura, o patrimônio de Bezos quase dobra em um ano, para US$ 12,3 bilhões, fazendo com que ele ultrapassasse Carl Icahn e Rupert Murdoch.

  • 2013: The Washington Post

    Apesar de operar com basicamente zero lucro, as ações da Amazon ultrapassam o marco de US$ 300 pela primeira vez em julho. Então, Bezos compra o jornal The Washington Post – um negócio que estava perdendo dinheiro – por US$ 250 milhões. Ainda assim, seu crescimento meteórico continua, pois os investidores da Amazon apoiam sua mentalidade de longo prazo. Bezos se torna a 19ª pessoa mais rica do mundo, com US$ 25,2 bilhões, passando os fundadores do Google Larry Page e Sergey Brin.

  • 2017: homem mais rico do mundo

    A Amazon concorda em comprar a Whole Foods por US$ 13,7 bilhões em junho. No mês seguinte, com um pico nas ações da Amazon, Bezos ultrapassa Bill Gates. Ele se torna a pessoa mais rica do mundo – por algumas horas, pelo menos. Gates rapidamente recupera o primeiro lugar quando as ações esfriam.

    Então, em 27 de outubro, um aumento nas ações da Amazon adicionam US$ 10 bilhões à fortuna de Bezos em um só dia. Bezos, com US$ 93,1 bilhões, ultrapassa Gates (US$ 90 bilhões). Uma Cyber Monday monstruosa impulsiona ainda mais as ações da Amazon, levando o patrimônio de Bezos para além do marco de US$ 100 bilhões pela primeira vez. Agora Gates, com US$ 89,4, está longe no espelho retrovisor.

  • 2018: ranking

    Bezos permanece sendo a pessoa mais rica do mundo, com US$ 112 bilhões. Ele adicionou US$ 39,2 bilhões a seu patrimônio no período de apenas um ano. E, aos 54 anos, ele tem muitas apostas ousadas – e potenciais bilhões – por vir.

1994: funda a Amazon

Nos primórdios do e-commerce, Bezos – um ex-gestor de fundo de investimento com um fraco por “apostas ousadas” – lança a livraria online Amazon.com de sua garagem.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).