Elon Musk negocia com grupo israelense de inteligência artificial Cortica

Getty Images
Elon Musk discute uma colaboração entre a Tesla e a companhia de inteligência artificial Cortica (Getty Images)

O bilionário do Vale do Silício Elon Musk – 54º homem mais rico do mundo segundo a última lista de FORBES, com patrimônio de US$ 19,9 bilhões – esteve em Israel para discutir uma colaboração entre a empresa de carros elétricos Tesla e a companhia de inteligência artificial Cortica, informou hoje (20) o site de notícias financeiras “Globes”.

LEIA MAIS: Cresce número de bilionários no mundo, mas ainda há poucas mulheres

As discussões com a Cortica podem levar a um investimento ou, até mesmo, a uma aquisição, disse o “Globes”.

A Cortica diz que sua tecnologia permite que carros autônomos identifiquem partes móveis em seu ambiente e tomem decisões informadas, até mesmo prevendo mudanças que possam ocorrer em seu entorno.

Autoridades da Cortica não responderam aos pedidos de entrevista para falar sobre o assunto.

A empresa de inteligência artificial arrecadou quase US$ 70 milhões desde que foi fundada em 2007. Os investidores incluem a Horizons Ventures, sediada em Hong Kong, e a Mail.ru Group, da Rússia, de acordo com o Start-Up National Central.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

A Tesla colaborou anteriormente com a empresa israelense Mobileye, mas as companhias se separaram em 2016 depois de um acidente fatal envolvendo um Tesla Model S usando o Autopilot, um sistema semiautomatizado projetado para auxiliar na direção, mas não para substituir o motorista. A Intel adquiriu a Mobileye no ano passado por US$ 15,3 bilhões.

A visita de Musk a Israel foi destacada por vários sites, incluindo o “Globes”, depois que ele postou um vídeo de si mesmo no Instagram em um bar em Jerusalém.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).