Petróleo opera em queda nos mercados globais

iStock
A queda foi de 1% nos futuros do S&P 500. O petróleo Brent recuava US$ 0,54 – 0,82% – a US$ 65,25 por barril (iStock)

Os preços do petróleo recuaram hoje (7), alinhado com um amplo declínio nos mercados financeiros globais, depois que um grande defensor do livre comércio no governo dos Estados Unidos, o assessor comercial Gary Cohn, se demitiu, levantando preocupações de que Washington seguirá em frente com a proposta de sobretaxar a importação de aço e alumínio, podendo provocar uma guerra comercial.

LEIA MAIS: Bolsa da China fecha em queda após saída de assessor da Casa Branca

A produção de petróleo dos EUA deve atingir 11 milhões de barris por dia neste ano, tornando o país o maior produtor do mundo e ameaçando atenuar os cortes de oferta liderados pela Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep).

A queda foi de 1% nos futuros do S&P 500. O petróleo Brent recuava US$ 0,54 – 0,82% – a US$ 65,25 por barril, às 8:17 (horário de Brasília).

O petróleo dos Estados Unidos caía US$ 0,47 – 0,75% – a US$ 62,13 por barril.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

“Com o anúncio de que Cohn estava renunciando, o mercado de futuros da S&P caiu e o petróleo acompanhou”, disse o estrategista da Petromatrix, Olivier Jakob.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).