Spotify faz convite surpresa para evento em 24 de abril

Getty Images
A gigante do streaming, que mudou a forma como escutamos música, revelou que se prepara para um evento surpresa, rodeado de mistério, em Nova York.

A semana passada foi agitada para o Spotify. A empresa estreou na bolsa de valores de Nova York, fez dois novos bilionários (Martin Lorentzon, com fortuna atual de US$ 3,3 bilhões, e Daniel Ek, US$ 2,5 bilhões) e, como já havia adiantada o “Financial Times”, viu algumas companhias, como a Sony, aproveitarem-se da oportunidade para reduzir suas participações.

LEIA MAIS: Listagem direta do Spotify faz dois novos bilionários

A gigante do streaming, que mudou a forma como escutamos música, revelou que se prepara para um evento surpresa, rodeado de mistério, em Nova York, no dia 24 de abril. O convite não diz muita coisa: apenas instrui o destinatário a reservar o dia e explica que haverá um anúncio pela manhã.

Muitos rumores surgiram desde a distribuição dos convites. O portal de notícias “The Verge” investigou e descobriu um anúncio recente de emprego que sugere que o Spotify está prestes a lançar seu próprio hardware de música – boato que tem circulado há meses. Também é possível que o evento esteja relacionado aos controles de voz que a companhia tem testado no aplicativo do iPhone, anunciando que o mecanismo será integrado ao app.

Há quem aposte, no entanto, na criação de um hardware que, em vez de ser um auto-falante smart capaz de concorrer com o Sonos ou com o Apple HomePod, pode ser usado como sistema sonoro de veículos. O controle de voz, provavelmente, seria uma maneira de o motorista escolher a música enquanto dirige.

O “The Verge” reportou, em fevereiro, que muitos usuários do Spotify diziam ter recebido ofertas de um novo dispositivo pelo app, supostamente vendido como parte de uma assinatura mensal de US$ 12,99. O preço é um pouco mais alto que os US$ 9,99 atuais para incluir o custo do aparelho, totalizando US$ 155 por ano.

Um usuário do site “Reddit” postou a foto de uma captura de tela do aplicativo. A imagem mostra um dispositivo redondo, com uma tela monocromática, colocado no painel do carro, com uma luz verde, característica da marca, e botões, incluindo um ícone de uma função utilizada para mudar de música.

VEJA TAMBÉM: Estreia do Spotify na bolsa bate recorde

Como Chris Davies, do site de tecnologia e automóveis “Slashgear” afirmou, o Spotify já demonstrou interesse em hardware antes.

Quando a Pebble, marca de relógios smart, estava desenvolvendo o Pebble Core, com sua própria conexão 3G, o Spotify manifestou interesse em colaborar para incluir música no dispositivo. O produto nunca chegou ao mercado – a Pebble teve problemas financeiros e vendeu seus ativos para a Fitbit.

A iniciativa da empresa parece cuidadosa, pois traz algo completamente novo para a indústria. O mercado para auto-falantes smart está muito saturado, com aparelhos de áudio fornecidos pela HomePod e Sonos, e dispositivos similares com controle de voz da Amazon e Google.

Mas, para aqueles que não têm dispositivos smart ou CarPlay nos veículos, este é um mercado que precisa ser desenvolvido. Os carros, normalmente, são substituídos depois de alguns anos, mas um dispositivo como esse significa que o usuário não precisa esperar pelo próximo veículo para ter o streaming do Spotify.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).