35 exemplos práticos da aplicação de blockchain

Embora Bitcoin e criptomoedas tenham sido as primeiras aplicações conhecidas de blockchain, estão bem longe de serem as únicas. A tecnologia está revolucionando as indústrias. Tanto que as inúmeras inovações conquistadas por meio dela fazem com que selecionar os destaques seja um desafio.

VEJA TAMBÉM: Ethereum é o maior blockchain público e Bitcoin 13º

Muitas dessas aplicações de blockchain são potencialmente disruptivas e pode ser interessante observar quantas delas vão sobreviver a essa fase da tendência. Se o boom inicial for padrão, haverá, em breve, muitas baixas, e graves perturbações a médio e longo prazos. Uma cenário que precisa ser acompanhado.

Veja, a seguir, alguns exemplos práticos da aplicação da tecnologia blockchain:

  • Entretenimento

  • KickCity – A plataforma para organizadores de eventos permite que eles paguem apenas pelo que recebem e recompensa os membros da comunidade que compartilham as iniciativas. Seus produtos geram cerca de US$ 50 mil por mês com mais de 70 mil usuários e 300 eventos cadastrados.

  • B2Expand – Com base no blockchain da Ethereum, a empresa cria videogames cross-gaming. O primeiro deles, “Beyond the Void”, entrou no programa de startups da Ubisoft, e a empresa tornou-se a primeira empresa de jogos do Steam com uma economia criptografada.

  • Spotify – Quando o serviço de stream de música adquiriu a startup de blockchain Mediachain Labs, o objetivo era ajudar a desenvolver soluções por meio de um banco de dados descentralizado que pudesse melhor conectar artistas e acordos de licenciamento com as faixas disponíveis.

  • Guts – É um sistema de bilheteria transparente que usa a tecnologia blockchain para eliminar a fraudes e o mercado negro de ingressos.

  • Engajamento social

  • Matchpool: Os “Matchmakers” são recompensados ​​por fazerem combinações bem-sucedidas, seja com freelancing, seja para Uber e Airbnb.

  • Varejo

  • Warranteer – Um aplicativo blockchain que permite, aos consumidores, acessarem facilmente informações sobre os produtos que adquiriram e obter assistência em caso de mau funcionamento.

  • Blockpoint – Simplifica a criação de sistemas de pagamento e possibilita o uso de carteira virtual, programas de fidelidade, cartões de presente e outras funcionalidades de vendas.

  • Loyyal – Com tecnologia blockchain e contrato inteligente, essa plataforma de fidelidade e recompensas cria programas mais personalizados que permitem até mesmo gratificações multimarcas.

  • Carros Exóticos

  • Bitcar – Possibilita ter propriedade fracionada de carros de colecionador.

  • Cadeia de suprimentos e logística

  • IBM Blockchain – É essencial conhecer o status e a condição de todos os produtos de sua cadeia de suprimentos, desde a matéria-prima até a distribuição. A tecnologia blockchain para este segmento permite transparência por meio de um registro compartilhado de propriedade e localização de peças e produtos em tempo real.

  • Indústria de alimentos – A complexa rede da indústria, de fazendeiros a mercearias, torna o rastreamento de doenças transmitidas por alimentos um desafio. A tecnologia blockchain pode melhorar a transparência e a eficiência de descobrir quais produtos de toda a cadeia de suprimentos podem estar contaminados.

  • Provenance – Os consumidores exigem cada vez mais transparência em relação aos produtos que compram e consomem para garantir que o fornecimento de materiais e a produção estejam de acordo com seus valores individuais. A Provenance usa blockchain para fornecer cadeia de custódia e certificação da cadeia de suprimentos.

  • Blockverify – Com a pretensão de “introduzir transparência nas cadeias de suprimento”, a Blockverify se concentra em soluções contra falsificação por meio do blockchain, verificando produtos adulterados e desviados, mercadorias roubadas e transações fraudulentas.

  • OriginTrail – Já em uso na indústria de alimentos, a OriginTrail planeja mais aplicações. A plataforma permite aos consumidores saberem de onde vieram suas compras e como foram produzidas.

  • De Beers – A mineradora De Beers negocia mais de 30% da oferta mundial de diamantes. A empresa planeja usar um livro-caixa para rastrear as pedras da mina até a compra pelo cliente. Esta transparência ajudará a indústria e qualquer um que queira verificar que os diamantes são livres de conflito. A Fura Gems também planeja usar blockchain em seu processo de fornecimento de esmeraldas, rubis e outras pedras preciosas.

  • Seguro

  • Accenture – Com metas para aumentar a eficiência e a produtividade no setor de seguros, a Accenture constrói soluções blockchain para seus clientes. Eles traduzem os principais processos da indústria de seguros em procedimentos prontos para blockchain que agregam confiança ao sistema.

  • Prova de seguro – A empresa de seguros Nationwide está na fase de testes de uma solução de blockchain para fornecer informações de comprovação de seguro chamadas RiskBlock. Por fim, quando essa ferramenta for totalmente implantada, ajudará na aplicação da lei, já que os segurados e as seguradoras poderão verificar a cobertura de seguro em tempo real e acelerar o processamento de sinistros.

  • Saúde

  • MedicalChain – É a primeira empresa de saúde a utilizar o blockchain para facilitar o armazenamento e a utilização de registros médicos eletrônicos, com o objetivo de proporcionar uma experiência completa de telemedicina. São verdadeiros doutores em atividade na estrutura de saúde do Reino Unido e querem mudar o sistema a partir de dentro.

  • MedRec – Para dar a qualquer fornecedor médico acesso seguro aos registros dos pacientes, o sistema usa blockchain, que ajuda, ainda, a economizar tempo, dinheiro e duplicação de procedimentos. Os pacientes podem, inclusive, autorizar o acesso aos seus registros médicos para serem usados de forma anônima em pesquisas.

  • Nano Vision – Com o objetivo de impulsionar a inovação médica para longe dos tradicionais depósitos de dados isolados e sistemas de registros incompatíveis, o Nano Vision combina o poder do blockchain com a inteligência artificial (AI) para coletar informações de nível molecular no Nano Tokens. A AI analisa os dados para encontrar tendências e analisar conexões que levarão a descobertas médicas.

  • Gem – Com o objetivo de fornecer aos pacientes controle sobre seus registros médicos e dados de genoma com solução blockchain, a Gem fez parcerias com os centros de controle e prevenção de doenças para experimentar o uso da tecnologia para monitorar doenças infecciosas.

  • SimplyVital Health – A plataforma baseia-se na tecnologia blockchain para que provedores e pacientes acessem, compartilhem e até mesmo transfiram dados médicos.

  • Imóveis

  • BitProperty – Com blockchain e contratos inteligentes, a BitProperty quer democratizar oportunidades e criar uma sociedade descentralizada ao possibilitar que pessoas em qualquer parte do mundo (exceto EUA e Japão, devido a questões regulatórias) invistam em imóveis.

  • Deedcoin – Em vez de uma típica comissão imobiliária de 6%, a Deedcoin opera com 1% e espera ser a nova maneira de os compradores e vendedores se conectarem com agentes imobiliários que aceitam uma retribuição mais baixa.

  • Ubiquity — A plataforma Software-as-a-Service (Saas) blockchain oferece uma experiência de usuário mais simples para armazenar, com segurança, informações de propriedade e garantir um registro limpo de posse.

  • Filantropia

  • BitGive – A plataforma de doação global aproveita Bitcoin e blockchain para fornecer maior transparência aos doadores, compartilhando informações financeiras e de projetos em tempo real. Save the Children, The Water Project e Medic Mobile são algumas das instituições que trabalham com o BitGive.

  • AidCoin – Com pesquisa que mostra que 43% das pessoas não confiam em instituições de caridade, a AidCoin espera melhorar a confiança com registros distribuídos, contratos inteligentes e criptomoedas, e tornar o setor sem fins lucrativos mais transparente.

  • Utopi – A Utopi espera melhorar a falta de transparência que assolou as doações nas organizações sem fins lucrativos. Quando as contribuições são feitas por meio da plataforma, é possível verificar exatamente como cada centavo é gasto.

  • Serviços Financeiros

  • Bitcoin Atom – Uma nova aplicação que permite trocar moedas criptografadas sem qualquer taxa de negociação e sem hacks, tornando o Bitcoin verdadeiramente descentralizado novamente. A tecnologia é baseada em swaps atômicos – uma ferramenta inestimável para a troca de criptomoedas (por exemplo, 1000 BTC por 56500 LTC), sem necessidade de uma terceira parte confiável. Atualmente, a adoção generalizada de swaps atômicos tem sido evitada em função da exigência de habilidades altamente técnicas – algo que o Bitcoin Atom pode resolver.

  • Securency – É uma plataforma de negociação para criptomoedas e qualquer tipo de ativo, incluindo os tradicionalmente não líquidos. A solução permite que os criptos sejam negociados fora de suas trocas dedicadas.

  • Ripple – Tem a pretensão de ser um fornecedor global de soluções de pagamento que conecta bancos, fornecedores, corporações e trocas de ativos digitais para permitir uma liquidação instantânea, sob demanda globalmente.

  • ABRA – Aplicativo global e carteira de criptomoeda que permite comprar, investir e armazenar 20 criptomoedas, incluindo Bitcoin, Ethereum, Litecoin e outras.

  • Aeternity — A plataforma blockchain altamente escalável pode ser usada para qualquer aplicativo que exija velocidade transacional, incluindo contratos inteligentes que são criados com pagamentos em nano e micro cadeias.

  • Smart Valor – Com a missão de tornar os investimentos globais simples, justos e acessíveis a todos, a Smart Valor democratiza o acesso ao capital global e oportunidades de investimento.

  • Circle – Envie dinheiro por texto, sem taxas, graças a esta empresa sediada no Reino Unido.

Entretenimento

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).