Alexa e Google Assistant podem chegar ao Xbox One

Alexa e Google Assistant podem chegar ao Xbox One - iStock
Comando de voz permite que pessoas que não dominam o controle participem ativamente do game.

Parece que a Microsoft está planejando expandir o comando de voz do Xbox One para além da assistente virtual Cortana. De acordo com o “Windows Central”, o suporte do console para a Alexa, da Amazon, e Google Assistant está a caminho. Enquanto a Cortana permite controlar o Xbox One por meio do Kinect ou fone de ouvido, o comando de voz será muito mais funcional se feito por intermédio de Home, Echo ou smartphone.

VEJA TAMBÉM: Norte-americana descobre que Alexa tem mente própria

Na hipótese de lançamento do recurso, uma seção “Assistentes Digitais” aparecerá no menu Kinect & Devices. Bastará ativar a Alexa ou o Google Assistant no Xbox One, instalar o aplicativo Xbox no telefone ou no viva-voz e o recurso estará pronto para uso.

Os mecanismos que poderão ser controlados pelos assistentes ainda não foram divulgados. Também não se sabe se todos poderão comandar os mesmos conjuntos de recursos.

Há uma mina de ouro em potencial escondida no comando de voz com assistentes digitais. O game de RPG desenvolvido pela BioWare, Mass Effect 2, tinha uma característica amplamente ignorada e não divulgada. Se jogado em um Xbox 360 com um Kinect conectado, uma pessoa poderia controlar o Comandante Shepard enquanto outro controlava os membros do grupo com a voz.

Guiar personagens com a voz permite que pessoas que não dominam o controle participem ativamente do jogo. Muito parecido com o Wii, abre o console de jogos para um novo público, com a vantagem de funcionar com uma variedade maior de jogos do que o próprio Wii.

E AINDA: Carrefour se une ao Google para impulso em assistente de voz

A Microsoft não se pronunciou quanto à jogabilidade controlada por assistentes e provavelmente não está no topo da lista de coisas para serem feitas. Mas, com a Alexa e o Google Assistant disponíveis em muitas casas, o comando de voz em games pode ser um diferencial muito favorável.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).