Hospital São Francisco mira mercado agro

Divulgação
Fachada do Hospital São Francisco, em Ribeirão Preto

A rica Ribeirão Preto é um dos grandes polos do agronegócio paulista, com centenas de empresas, usinas e fazendas. A cidade também é sede do Hospital São Francisco, maior estabelecimento particular de alta complexidade de toda a região. O Grupo São Francisco, então, uniu essas duas características. Hoje, além do hospital e de outras empresas na área da saúde, o grupo tem um braço voltado ao agro, prestando serviços principalmente para o setor sucroalcooleiro. É um braço forte: administra o atendimento de 125 usinas espalhadas por São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e Minas Gerais. Seus serviços de assistência médica e odontológica atendem 1,2 milhão de beneficiários – 250 mil deles do setor sucroalcooleiro. O grupo faturou R$ 1,5 bilhão em 2017.

LEIA MAIS: 10 das melhores empresas de agronegócio do Brasil

Divulgação
Lício Cintra, CEO do Grupo São Francisco

“As usinas tendem a se concentrar em cidades pequenas, onde a estrutura é menor. A partir desse cenário, nossa missão é oferecer mais acesso à saúde, deixando as unidades do grupo mais próximas às casas das pessoas que vivem nesses municípios”, explica Lício Cintra, CEO do Grupo São Francisco. Outra peculiaridade é o número flutuante de funcionários nos períodos de safra e entressafra. “Na entressafra, lançamos um produto acessível para que o usuário permaneça vinculado ao plano médico e odontológico e assim não interrompa seus tratamentos”, diz Cintra.

"Na entressafra, lançamos um produto acessível para que o usuário não interrompa seus tratamentos" - Lício Cintra, CEO do Grupo São Francisco

Uma inovação que já atende 70 mil usuários é o monitoramento via aplicativo. “O app faz com que nossos clientes internem, em média, 25% menos que a média das demais operadoras e realizem 20% menos consultas e exames. Isso reduz drasticamente o número de atestados e, por consequência, aumenta a produtividade”, explica o executivo.

Ele garante que a atenção “extra” que dedica aos usuários se reflete em “significativa redução de absenteísmo, melhora da saúde e da satisfação dos clientes, além de redução de custo”. Neste mês de abril, a usina de açúcar e álcool Santa Terezinha, de Maringá (PR), tornou-se a mais nova parceira do São Francisco. Contabilizando funcionários e seus dependentes, o grupo conquistou 26 mil novos clientes.

Os investimentos no universo do agronegócio são estratégicos para a companhia. “O agronegócio, especialmente a agricultura, tem mostrado um crescimento relevante nas principais regiões onde atuamos – o interior de São Paulo, o Centro-Oeste e o estado do Paraná”, justifica o CEO.

Divulgação
Os serviços de assistência médica e odontológica atendem 1,2 milhão de beneficiários

A demanda por atendimentos na área de saúde, por consequência, também aumenta quando o mercado está em franco desenvolvimento. Eles estão de olho nessa movimentação.

Reportagem publicada na edição 58, lançada em abril de 2018

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).