Suzano reitera conversas com Fibria sobre potencial fusão

iStock
A Suzano disse que não há qualquer garantia de que a potencial operação com Fibria se concretizará (iStock)

A Suzano Papel e Celulose reiterou hoje (9) que está em tratativas com acionistas controladores da Fibria sobre potencial operação entre as companhias, mas ressaltou que ainda há questões pendentes de definição que afetam a operação e suas condições, inclusive financeiras e estruturais.

LEIA MAIS: Fibria confirma contato da Suzano para “para discutir alternativas estratégicas”

As declarações da empresa foram em resposta ao questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), depois que o jornal “Valor Econômico” publicou que a empresa e a Fibria estariam perto de anunciar o acordo de fusão das operações que envolveria a saída da Votorantim do negócio, com a Suzano assumindo o controle da nova empresa.

A Suzano disse ainda que devido às questões pendentes não é possível “validar a veracidade” das informações noticiadas e que não há qualquer garantia de que a potencial operação com Fibria se concretizará.

Separadamente, a Fibria informou que seus acionistas controladores Votorantim e BNDES Participações (BNDESPar) têm mantido discussões com a Suzano e seus acionistas controladores, mas que não há definição dos termos e condições para a conclusão de um possível negócio.

Além disso, a Fibria afirma que não é parte dessas negociações e não possui informações adicionais.

Na véspera, a Reuters informou que as duas empresas estariam se aproximando de um entendimento para uma fusão de suas operações, com a saída da Votorantim do grupo de controle da Fibria, enquanto o BNDES ainda avalia o que fazer com sua parcela na companhia.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

No mês passado, quando notícias sobre a retomada de negociações voltaram ao radar, as duas empresas já haviam confirmado a existência de conversas neste sentido.

A Fibria já havia informado que seus acionistas controladores foram procurados por representantes da Suzano “para discutir alternativas estratégicas”, enquanto a Suzano afirmou que foram estabelecidas discussões “muito preliminares” com representantes da Fibria sobre “possível negócio envolvendo as empresas, sem nenhum formato ou estrutura definida”.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).