Vídeos

1º voo de réplica de luxo da Rimowa deve ocorrer até o fim do ano

Divulgação

Divulgação

No dia 20 de julho, a marca alemã de malas Rimowa apresentou sua réplica do primeiro avião comercial todo de metal do mundo, o Junkers F13, em Oshkosh, em Wisconsin, nos Estados Unidos. O avião clássico, que até então só era encontrado em museus, foi inteiramente recriado pela empresa e deve levantar voo até o final do ano.

Apaixonado por aviação, Dieter Morszeck, CEO da Rimowa, foi um dos grande entusiastas do projeto. “É um resultado perfeito. Qualquer um poderia pensar que uns 100 já foram feitos antes”, afirmou o alemão ao analisar o avião pronto. “É, simplesmente, uma façanha da engenharia.”

A ligação entre a Rimowa e o F13 é mais antiga do que parece. A começar pela origem: as famílias Junkers e Morszeck vêm da região da Renânia, na Alemanha. Além disso, Richard Morszeck, filho do fundador, usou o duralumínio, tipo de metal resistente, para construir a primeira mala perfeita para regiões tropicais. Quase por necessidade, ele usou o mesmo material que Hugo Junkers para fazer seu avião 30 anos antes.

MAIS SOBRE O RIMOWA F13: Rimowa lança réplica do primeiro avião de alumínio do mundo

Os números que cercam o projeto impressionam: foram 9.000 horas de trabalho com 2.600 peças unidas por mais de 35.000 rebites. A Rimowa contratou diversas empresas alemãs e suíças que levaram, ao todo, 15 meses para terminá-lo.

A envergadura do Rimowa F13 tem pouco menos de 15 m, enquanto a área de asa tem cerca de 40 m². O modelo tem ainda quase 10 m de comprimento e 3,5 m de altura. Apesar de pequeno, o avião aguenta bem: seu peso máximo para decolagem é de 2.000 kg. Além disso, ele também tem longo alcance. Com o tanque completo, voa até 600 km sem precisar abastecer.

Veja na vídeo a seguir os bastidores da construção do Rimowa F13 e um pouco da história que o motivou:

O modelo foi apresentado durante o EEA AirVenture, maior evento de aviação do mundo, do qual a Rimowa é um de seus principais patrocinadores. Durante a feira, a réplica foi colocada lado a lado do novo Airbus A350. “É uma sensação incrível estar à frente destes dois aviões”, afirma a pilota profissional Amelia Rose Earhart. “Isso nos lembra de onde começamos e para onde iremos no futuro.”

Veja no vídeo a seguir:

A apresentação foi conduzida pela topmodel brasileira Alessandra Ambrosio e pelo modelo alemão Johannes Huebl e contou com um show da cantora Norah Jones para 150 convidados. “Trabalhamos para isso há muito tempo, estou muito feliz por, depois de tanta dedicação, tudo ter dado tão certo”, afirmou Morszeck, que agradeceu toda a equipe que participou do projeto, durante a apresentação.

Veja o vídeo a seguir com um pouco do que rolou na noite do dia 20/07 em Oshkosh:

História

A Rimowa foi fundada em 1898 por Paul Morszeck na Alemanha. Desde então, a marca tornou-se referência mundial no setor de malas de viagem. Em 1937, Richard Morszeck, filho do fundador, lança o primeiro baú em alumínio. Menos de 15 anos depois, em 1950, a empresa apresentou a primeira mala em alumínio com frisos, os chamados “grooves”, design que tornou-se símbolo da marca e é referência internacional até hoje.

As inovações não pararam por aí: em 1976, Dieter Morszeck, atual CEO, consegue algo que mudou os rumos da grife e do setor de bagagens: a primeira mala em metal, com peso reduzido e à prova de água.

Comentários
Topo