4 boas intenções de líderes que acabam com a performance dos empregados

Às vezes, parece que prestar atenção nos empregados, no funcionamento dos departamentos e em outras várias questões é suficiente, mas é necessário atentar não só ao que é feito ou deixa de ser realizado, mas também policiar as próprias atitudes. Comportamentos que provocam terror e estratégias que espalhem pânico ou façam com que a equipe trabalhe à exaustão podem abalar o moral dos funcionários. Leia a reportagem completa de FORBES Brasil em http://bit.ly/2cxEHR2.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).