7 dicas para encontrar propósito no trabalho remoto

iStock
Solidão, falta de colaboração e distrações em casa podem ser desafios

O trabalho remoto está em ascensão. No ano passado, o Gallup estimou que 43% dos norte-americanos empregados passavam, pelo menos, parte do tempo realizando suas tarefas remotamente. Esse número mais do que quadruplicou desde 1995, e nem sequer entra na conta da crescente quantidade de freelancers do país, muitos dos quais trabalham de casa.

LEIA MAIS: 10 coisas que você precisa ter para montar um home office

Há cada vez mais evidências de que políticas de trabalho flexíveis podem oferecer vantagens significativas para as empresas. Níveis mais altos de produtividade, menor absenteísmo e maior disposição são apenas alguns dos benefícios citados em um estudo recente da PGI. Os próprios funcionários remotos também relatam que se sentem mais felizes e experimentam níveis mais baixos de estresse como resultado do horário flexível.

Mas, como qualquer outra coisa, há um lado ruim nessa liberdade. Um estudo recente da Buffer descobriu que solidão (21%), falta de colaboração e/ou comunicação (21%) e distrações em casa (16%) são alguns dos maiores desafios que os trabalhadores remotos enfrentam. Não surpreendentemente, muitos desses problemas são compartilhados por freelancers.

Em um ambiente profissional, é mais fácil ter o sentimento de pertencimento. Você está cercado por colegas que compartilham os mesmos objetivos e estão trabalhando pelos mesmos resultados – desde que os líderes estejam fazendo a parte deles. Como funcionário remoto ou freelancer, muitas vezes é mais difícil cultivar esse senso de propósito, mas pode ser ainda mais importante, já que você não tem colegas ou atividades fora do expediente para distraí-lo.

Se você é um trabalhador remoto por tempo parcial ou trabalha de casa o tempo inteiro, veja, na galeria de fotos abaixo, 7 dicas para encontrar propósito em seu trabalho:

  • 1. Comece o seu dia com conhecimento

    No ambiente profissional, você está sempre cercado por atividades: pessoas falando sobre o que fizeram no fim de semana ou artigos que estão lendo, sessões de almoço e aprendizado, conferências e encontros de colegas, entre outras. No entanto, ao trabalhar sozinho, é importante reservar tempo para criar oportunidades de aprender e se manter inspirado. A freelancer e blogueira Lindsay Ashcraft diz que começa seu dia navegando no Feedly, um agregador de notícias, “para ler o mais recente em meu meio e pesquisar novas idéias para o resto do dia”.

  • 2. Saia da casa

    De acordo com a Buffer, 78% dos trabalhadores remotos afirmam que sua casa é seu principal local de trabalho. Embora possa ser incrivelmente tentador ficar de pijama o dia todo (especialmente se você fez a transição recentemente de um escritório), isso pode começar a desgastar você. O processo pode ser lento e sutil, mas ao longo do tempo você pode perceber que seus níveis de energia estão diminuindo ou pode achar cada vez mais difícil ser criativo. Faça disso uma prática diária: saia de casa pelo menos uma vez, seja para receber a correspondência, fazer compras no supermercado ou fazer seu trabalho em uma cafeteria à tarde. Isso lhe dará uma desculpa para se vestir e sair!

  • 3. Tire férias

    O mesmo estudo da Buffer descobriu que 55% dos trabalhadores remotos têm menos de 15 dias de férias por ano. Talvez isso seja alimentado por um senso de responsabilidade de ir além, de maneira a provar que atuar remotamente não afeta a qualidade do trabalho. Ou talvez os funcionários remotos precisem de menos férias porque não são facilmente desgastados pela rotina do escritório. Independentemente disso, ter folga é essencial para a produtividade e desempenho a longo prazo. Na verdade, os trabalhadores remotos podem até precisar mais de férias do que seus colegas, pois têm menos oportunidades de escapar da vida doméstica e das tarefas diárias que a acompanham.
    Enxergar as férias como uma oportunidade pode ajudar: esse período pode servir como motivação para trabalhar ainda mais, pois você tem uma meta financeira clara em mente, mas também apresenta uma ótima desculpa para avaliar quais partes do seu negócio podem ser terceirizadas ou automatizadas.

  • 4.Celebre as vitórias

    Só porque você não tem ninguém ao seu lado para comemorar quando cumpre um prazo, não significa que não deva fazer isso. Comemore suas vitórias, recompensando-se com um bom almoço, ou peça a um amigo para encontrá-lo para o happy hour na sexta-feira. Fazer uma pausa para reconhecer um trabalho bem feito é essencial para manter-se motivado.

  • 5. Seja disciplinado com o seu horário de trabalho

    Pode ser difícil sentir pressão quando você não tem um chefe ou colega por perto. Além disso, muitos funcionários remotos têm a liberdade de definir seu próprio horário, de modo que não ficam limitados ao período comercial das 9h às 17h. É claro que esta é a vantagem de trabalhar sozinho, mas também pode tornar difícil completar qualquer coisa. Uma estratégia útil é ter disciplina com o seu cronograma de trabalho diário e definir prazos exatos para as tarefas. Se você se preocupa com a capacidade de seguir adiante, considere o uso de um aplicativo gratuito de gerenciamento de tarefas, como Asana, Trello ou Wunderlist.

  • 6. Inicie um ritual de separação

    Outra consequência de um cronograma flexível é que pode ser difícil saber quando desligar seu notebook durante o dia. Os trabalhadores remotos muitas vezes se encontram trabalhando mais horas do que quando ficavam no escritório, simplesmente porque se acostumaram a trabalhar a qualquer hora, em qualquer lugar. Estabelecer um ritual diário para separar o seu dia de trabalho da sua família ou do tempo para você é uma prática muito útil. Faça uma caminhada, um treino, assista a um programa de TV ou cozinhe uma refeição para você mesmo. Seja o que for, reconheça esse ritual como o fim do seu dia de trabalho para que você possa redirecionar sua energia para outro lugar.

  • 7. Encontre uma comunidade

    Trabalhar sozinho pode levar ao isolamento. Não é surpresa que o aumento do trabalho flexível tenha provocado uma explosão de espaços de coworking em todo o mundo. Se você não puder participar de um espaço de trabalho colaborativo, há muitas outras formas de criar uma comunidade. Entre em contato com outros funcionários remotos em sua rede ou encontre-os. Agende datas para trabalhar em conjunto nas casas de outros profissionais ou em cafés. Por fim, se você tiver um mentor, entre em contato para marcar reuniões de check-in semanais ou mensais. Essas interações podem não apenas ajudar a evitar sentimentos de solidão, mas também fornecer uma inspiração muito necessária e novos pensamentos.

1. Comece o seu dia com conhecimento

No ambiente profissional, você está sempre cercado por atividades: pessoas falando sobre o que fizeram no fim de semana ou artigos que estão lendo, sessões de almoço e aprendizado, conferências e encontros de colegas, entre outras. No entanto, ao trabalhar sozinho, é importante reservar tempo para criar oportunidades de aprender e se manter inspirado. A freelancer e blogueira Lindsay Ashcraft diz que começa seu dia navegando no Feedly, um agregador de notícias, “para ler o mais recente em meu meio e pesquisar novas idéias para o resto do dia”.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).