4 lições que o show de Taylor Swift ensina sobre recrutamento

Na semana passada, tive a oportunidade de ir ao show da cantora pop (ex-country) Taylor Swift no Gillette Stadium, em Foxborough, Massachusetts. E que show!

LEIA MAIS: Aprenda com Jeff Bezos a contratar bons funcionários

A experiência me serviu como inspiração – dela pude extrair algumas lições para o mundo dos negócios. Veja, na galeria de fotos a seguir, 4 lições aprendidas no show de Taylor Swift que podem ser empregadas nos negócios:

  • Gaste o dinheiro

    Não vou mentir: os ingressos para o show foram muito caros. Porém, nossos lugares eram incríveis. Claro, eu poderia ter gasto muito menos se tivesse escolhido lugares mais distantes do palco. Já fiz isso em outras apresentações e aprendi, do jeito mais difícil, que você paga pela experiência que quer ter. O mesmo princípio se aplica quando for contratar alguém. Você pode economizar ao contratar um funcionário com menos experiência do que você gostaria. Mas, no fim das contas, você estará satisfeito com essa contratação?

  • Seja grande

    Os shows de Taylor Swift vão muito além do que uma artista cantando músicas. São produções completas. Taylor, que é responsável por cada aspecto da apresentação, dá o seu máximo. Ela atrai a audiência no momento em que pisa no palco com seus dançarinos e a mantém entretida ao longo de toda a performance. O público faz parte da apresentação. Todos os 66 mil fãs recebem uma pulseira ao entrar no estádio, que mudam de cor ao longo do show, o que acaba envolvendo os fãs na produção.

    E você? O que está fazendo para chamar a atenção e atrair profissionais para a sua empresa? Desafie-se a ser diferente. Publicar que está contratando no LinkedIn fará pouco para ocupar todas as cadeiras vazias em seu estádio. Se isso realmente funcionasse, nós veríamos os mesmos anúncios de vagas todos os dias na rede social? Acho que não!

  • Seja tão bom quanto você diz que é

    Meu marido, que foi pela primeira vez ao show de Taylor Swift, chegou lá duvidando que o dinheiro pago pelos ingressos valeria a pena. E saiu de lá dizendo: “Uau! Que performer e que show fantástico!”. Desde então, ele contou para todo mundo sobre sua experiência. E tenho certeza que outras pessoas fizeram a mesma coisa. Essa repercussão é boa para a reputação da artista. O que é interessante, já que o nome de seu álbum mais recente é “Reputation”.

    Em seus vídeos promocionais, Taylor promete ao público uma experiência incrível. E ela não desaponta. Você pode dizer o mesmo sobre as promessas que faz para seus funcionários? Se você está vendendo a eles uma experiência muito diferente da real dinâmica que terão ao trabalhar na sua empresa, você está colocando a sua reputação em risco. Eles vão perceber em segundos que foram enganados.

    Pergunte-se se é válido arriscar a reputação da empresa só para que as pessoas aceitem o emprego naquele momento. Você sabe a resposta.

    Alguns de vocês, no entanto, podem estar pensando: “Se eu contar a verdade, as pessoas nunca vão trabalhar aqui.” Se essa é a primeira coisa que vem à mente, você precisa de ajuda para resolver vários problemas. Mas é verdade que sim, algumas pessoas podem negar a oferta. Tudo bem. É melhor que digam ‘não’ de primeira do que pedir demissão depois de você já ter investido tempo e dinheiro em integração e treinamento.

  • Foque em criar experiências para candidatos e profissionais que faça com que as pessoas façam fila para fazer parte da sua empresa e queiram permanecer nela

    Sei que isso pode ser feito porque já fiz antes. Não é algo que deva ser delegado ao departamento de recursos humanos. A experiência começa com o CEO e seu time e termina com eles também. A sua tarefa, como responsável pela empresa, é criar uma experiência que fará as pessoas falarem bem de você por anos a fio. Veja como começar a fazer isso:

    • Escreva três coisas incríveis sobre sua empresa que você adoraria que os outros soubessem;
    • Depois, analise o seu site e sua estratégia de recrutamento (ela existe, certo?). Essas três coisas estão sendo comunicadas de forma a gerar curiosidade nas pessoas?
    • Crie um plano para comunicar as conquistas da sua empresa semanalmente.

Gaste o dinheiro

Não vou mentir: os ingressos para o show foram muito caros. Porém, nossos lugares eram incríveis. Claro, eu poderia ter gasto muito menos se tivesse escolhido lugares mais distantes do palco. Já fiz isso em outras apresentações e aprendi, do jeito mais difícil, que você paga pela experiência que quer ter. O mesmo princípio se aplica quando for contratar alguém. Você pode economizar ao contratar um funcionário com menos experiência do que você gostaria. Mas, no fim das contas, você estará satisfeito com essa contratação?

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).