Por que viajar pode torná-lo um profissional melhor

Costumamos achar que as férias são um jeito simples de escapar do trabalho, mas o que não conseguimos perceber é o quanto viajar faz com que as pessoas trabalhem melhor. Quando viajamos, tendemos a nos sentir mais ricos no nível pessoal, e esses benefícios também se aplicam no campo profissional, causando um impacto positivo que nos posiciona a prosperar no emprego.

LEIA TAMBÉM: Os 17 maiores incômodos em uma viagem de avião

Veja, na galeria de fotos abaixo, os 6 benefícios que viajar traz à nossa vida profissional de acordo com Emily Brockway, cofundadora da empresa de serviços de viagens Noken:

  • Habilidades de comunicação

    Ao viajar, pode ser que você tenha dificuldades em se comunicar. Seja devido às barreiras do idioma ou à diferença cultural, você será desafiado a ouvir bastante e ser criativo na forma como se comunica com os outros. No local de trabalho não é diferente.

    No início deste ano, a The Economist Intelligence Unit e a Lucidchart elaboraram um relatório revelando que 42% dos funcionários atribuem mal-entendidos no trabalho a diferentes estilos de comunicação. Ir para o exterior e vivenciar essas barreiras de comunicação faz com que você fique mais consciente das diferenças entre os estilos de comunicação no trabalho.

  • Descanso para o cérebro e estímulo à criatividade

    Se você está tentando superar um bloqueio criativo ou se sente preso a uma rotina, uma mudança de cenário pode ser a solução. Mesmo para os indivíduos criativos e de alto desempenho, fazer uma pausa é um dos melhores estímulos para a criatividade.

    Um estudo da University of British Columbia descobriu que, à medida que nossa mente “passeia”, áreas cerebrais associadas à resolução complexa de problemas ficam mais ativas. Isso pode levar a momentos eureka, termo cunhado pelo líder de pensamento David Burkus, e definido como insights que surgem em períodos em que a mente não está focada no problema. Viajar, muitas vezes, nos coloca em ambientes onde somos apresentados a diferentes maneiras de pensar, o que pode resolver alguns dos nossos problemas pessoais de formas não consideradas anteriormente. Como diria Burkus, ao fazer uma pausa, você libera a fixação nas velhas soluções e faz com que suas antigas formas de pensar desapareçam da memória. Quando você retorna ao problema original, sua mente está aberta a novas possibilidades, o que dá lugar aos tais momentos eureka.

  • Conexões ao redor do mundo

    Viajar é uma ótima oportunidade para criar uma rede global. Com ferramentas como o LinkedIn, espaços de trabalho compartilhados, grupos de ex-alunos e plataformas de mídia social, há muitas oportunidades para se conectar com outras pessoas. Essa rede pode não apenas ajudá-lo em seu atual emprego, mas também abrir novas portas para sua carreira. Caso você esteja disponível para se mudar ou recomeçar em um novo lugar, possui um grupo de conexões em todo o mundo pode dar a você ainda mais oportunidades.

  • Criação de competência cultural e a chance de ser um chefe melhor

    Viajar faz com que as pessoas se preparem para a mão-de-obra contemporânea. Mais do que nunca, as empresas estão se tornando globais e diversificadas. Essa diversidade crescente leva a melhores resultados de negócios, mas também cria uma dinâmica de equipe mais delicada, que deve ser gerenciada e estimulada com frequência.

    As viagens podem ajudá-lo a se dar bem com colegas de trabalho ou a ser um melhor líder para seus funcionários. Além de familiarizar-se com diferentes estilos de comunicação, viajar deixa explícito as culturas que se diferem das suas, mesmo que nas menores instâncias. De acordo com a professora da Harvard Business School, Tsedal Neeley, construir equipes diversas e funcionais não é uma tarefa fácil. Quando os membros do time vêm de diferentes países e experiências, e estão trabalhando em diferentes locais, a comunicação pode se deteriorar com facilidade, o mal-entendido pode acontecer e a cooperação pode se opor à desconfiança. Ao viajar para o exterior e vivenciar novas culturas e modos de vida, as pessoas se equipam para melhor gerenciar e liderar equipes diferenciadas.

  • Melhoria do potencial

    Sim, viajar também tem benefícios nessa área. Embora as pessoas, muitas vezes, se liguem mais nas perguntas comportamentais durante as entrevistas, elas são oportunidades para mostrar seu potencial e construir uma conexão com seu entrevistador. Responder a algumas perguntas com histórias interessantes das suas viagens é uma boa maneira de chamar atenção. “Eu sempre faço um diário de viagem. Costumo anotar observações, lições aprendidas sobre o que me rodeia ou até mesmo coisas que aprendi sobre mim. Talvez isso possa ajudá-lo a descobrir o que você quer fazer da sua vida”, diz Emily.

  • Agilidade

    As coisas não estão indo conforme o planejado? Este é um cenário de viagem comum. Estar em um ambiente desconhecido e encontrar contratempos leva você para fora da sua zona de conforto, o que o desafia de maneiras recompensadoras. Como Emily diz, “viajar e me colocar em situações desconfortáveis talvez tenha sido um dos melhores estímulos para minha jornada empreendedora até agora, já que viajar, assim como o empreendedorismo, exige que você seja flexível e pense em ambientes desconhecidos”. Viajar lhe dá a confiança para resolver problemas inesperados também no trabalho.

Habilidades de comunicação

Ao viajar, pode ser que você tenha dificuldades em se comunicar. Seja devido às barreiras do idioma ou à diferença cultural, você será desafiado a ouvir bastante e ser criativo na forma como se comunica com os outros. No local de trabalho não é diferente.

No início deste ano, a The Economist Intelligence Unit e a Lucidchart elaboraram um relatório revelando que 42% dos funcionários atribuem mal-entendidos no trabalho a diferentes estilos de comunicação. Ir para o exterior e vivenciar essas barreiras de comunicação faz com que você fique mais consciente das diferenças entre os estilos de comunicação no trabalho.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).