5 razões pelas quais o trabalho remoto pode não funcionar

Getty Images
Se você é um trabalhador remoto ou considera vir a ser, é importante saber que há algumas questões que podem impactar negativamente sua vida profissional e produtividade

Em maio de 2017, a IBM tomou a decisão de chamar seus funcionários remotos de volta ao escritório. Foi uma grande surpresa para muitos, já que a empresa sempre apoiou ambientes para trabalho remoto para seus empregados. A razão oficial é que a companhia diz acreditar que uma maior produtividade ocorre quando os times estão fisicamente juntos, lado a lado. Essa atitude veio com outras empresas que tomaram a mesma decisão, como o Bank of America.

LEIA MAIS: Três decisões para mudar sua carreira em 2019

Contudo, as companhias não são as únicas a lidar com a questão do empregado remoto, que faz parte das novas relações de trabalho. Os próprios funcionários encaram desafios que podem dificultar sua produtividade e satisfação no emprego.

O trabalho remoto traz ótimos benefícios para muitos e, certamente, há aqueles que prosperam. Contudo, para outros, pode ser frustrante e até um pouco deprimente. Apenas você pode avaliar se este é o estilo de trabalho ideal para suas prioridades e personalidade.

Se você é um trabalhador remoto ou considera vir a ser, é importante saber que há algumas questões que podem impactar negativamente sua vida profissional e produtividade.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 5 razões pelas quais o trabalho remoto pode não funcionar para você:

  • 1. A sensação de estar desconectado

    Mesmo que boas ferramentas para videoconferências estejam disponíveis, ainda há uma “desconexão” quando um funcionário remoto vê seus colegas de trabalho juntos, fisicamente, no escritório, enquanto ele está longe. Eles provavelmente têm mais encontros juntos, formam laços de amizade e podem, sem esforço, propor novas ideias durante o horário do café, por exemplo. Funcionários à distância frequentemente se sentem privados da sensação de “comunidade” e, como resultado, sentem-se desconectados, como se não fizessem parte do aspecto “social” do trabalho.

  • 2. Interrupções

    A habilidade de focar em uma tarefa é crítica para funcionários remotos. Ainda assim, eles sentem a necessidade de responder rapidamente e imediatamente a quaisquer mensagens recebidas do home office. Sejam por chat ou email, o trabalhador checa constantemente se novas mensagens chegaram. Cada uma dessas interrupções significa que o foco é perdido. A única solução para isso é separar um tempo para a comunicação, a não ser que seja uma situação de emergência. Perder a concentração é frustrante e diminui a produtividade.

    Outro aspecto das interrupções vem do trabalho em casa. Por mais que tenha um escritório, ele não é restrito a membros da família que, de algum jeito, acreditam que você deve estar disponível conforme eles precisam. Novamente, cada interrupção resulta em perda de tempo, já que você precisa recuperar o foco.

  • 3. Você nunca sai do trabalho

    Quando as pessoas trabalham em escritórios, vão embora no final do dia. Claro, eles podem levar algum trabalho para casa ocasionalmente, mas se retiram fisicamente do espaço corporativo. Funcionários independentes não fazem isso, seu ambiente de trabalho está lá, 24 horas por dia. Isso leva à contínua tentação de escapar da caminhada após o jantar para fazer mais coisas profissionais. Há sempre algo que você pode adiantar. A longo prazo, isso pode acarretar em um estilo de vida desequilibrado, em burnout e em mais estresse.

  • 4. Solidão

    Trabalhar remotamente pode ser uma proposta solitária. Algumas pessoas, especialmente introvertidos, amam este formato. Outros, nem tanto. E o problema é que o constante isolamento pode levar a questões sérias de saúde mental e até aumentar a mortalidade. Só você pode saber se consegue ser feliz e produtivo em um espaço remoto de trabalho e deve tentar, de fato, por um período, antes de definir o novo estilo de atuação.

    Se você se encontrar sem concentração porque sente falta da sensação de estar junto de outras pessoas, então, o trabalho remoto pode não ser uma boa escolha. Se você é alguém que consegue permanecer focado, ser produtivo e fica satisfeito com outras pessoas ao seu redor fora das horas de serviço, ficará bem assim.

  • 5. Risco de menos crescimento na carreira a longo prazo

    Como funcionário remoto, você não terá muita visibilidade na empresa. Se estiver atrás de uma posição C-Level, esta não é a escolha certa. Você precisa estar fisicamente presente para ganhar a visibilidade que precisa para as maiores promoções. Por outro lado, muitos funcionários à distância não procuram por isso. Eles pensam que os benefícios de trabalhar em casa, ou em seu próprio ambiente de trabalho, superam as perspectivas de uma estrutura corporativa.

1. A sensação de estar desconectado

Mesmo que boas ferramentas para videoconferências estejam disponíveis, ainda há uma “desconexão” quando um funcionário remoto vê seus colegas de trabalho juntos, fisicamente, no escritório, enquanto ele está longe. Eles provavelmente têm mais encontros juntos, formam laços de amizade e podem, sem esforço, propor novas ideias durante o horário do café, por exemplo. Funcionários à distância frequentemente se sentem privados da sensação de “comunidade” e, como resultado, sentem-se desconectados, como se não fizessem parte do aspecto “social” do trabalho.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).