7 dicas para se preparar para o feedback

Getty Images
Você pode decidir por fazer fazer mudanças em resposta a algumas críticas, mas não em relação a outras

Resumo:

O medo de receber uma crítica faz parte da vida de milhões de pessoas ao redor do mundo;

Pense nesse processo como uma maneira de otimizar seu desempenho e satisfação;

É muito importante avaliar a si mesmo, revendo seus conceitos, princípios e valores;

Não hesite em questionar algo que não ficou claro;

Saiba que a decisão é sua: você pode escolher fazer alguma coisa sobre o que ouviu – ou não.

“Estou apavorada”, me disse certa vez uma colega de trabalho. Mas será que ela estava prestes a pular de paraquedas ou apenas indo a uma entrevista de emprego? Nenhuma das alternativas. Ela estava se preparando para receber um feedback – neste caso, de um grupo interdisciplinar de especialistas que estavam encarregados de revisar o rascunho de um livro que ela queria publicar. Seu medo era receber muitas críticas, por mais que ela estivesse animada com a oportunidade.

LEIA MAIS: 10 lições de quem mudou de carreira com sucesso

O receio de ser desaprovado é uma constante na vida de milhões de pessoas ao redor do mundo. Muitos dos meus clientes entram em suas sessões de feedback com medo do que vão ouvir e de como podem reagir. Assim como minha amiga, eles podem estar se preparando para críticas quanto ao seu desempenho ou preocupados sobre como lidar com tudo isso depois. O medo de sua própria reação é imenso quando se está cara a cara com os avaliadores. Mas a preparação é fundamental.

Veja, na galeria de imagens a seguir, 7 sugestões capazes de ajudar a enfrentar as críticas:

  • Antecipe-se

    Em vez de enxergar a crítica como algo negativo, pense nela como uma munição necessária para que você possa se tornar um profissional melhor. Peça a outras pessoas que questionem seus argumentos, de maneira que você possa treinar e melhorá-los. Pergunte o que você poderia fazer melhor – ou diferente. Encontre a crítica, seja seu próprio coach.

  • Avalie a si mesmo

    Tire um tempo para avaliar a si mesmo antes de receber o feedback. Quais são os pontos fortes e fracos do seu desempenho? Reconheça que você tem pontos cegos e imagine que você pode ouvir algo inesperado. Lembre-se de que as coisas que você ainda não conhece costumam ser a parte mais importante dessa experiência.

  • Tenha em mente que você não precisa fazer nada

    Você não pode e não deve tentar corrigir nada de imediato. Concentre-se em ouvir e aprender. Quando o feedback é dado, sua obrigação é trabalhar em cima do insight recebido. Se algo não estiver claro, esclareça. Se algo lhe parecer vago, peça detalhes.

  • Resista ao impulso de se defender ou explicar

    Receba o feedback e pergunte quando necessário. Se algum dos comentários o prejudicar ou deixar irritado, observe suas próprias emoções e tente descobrir o que as desencadeia. Respire fundo – esta é uma dica fundamental. Tente responder em vez de reagir imediatamente.

  • Aprofunde as ideias antes de entrar em ação

    Principalmente quando se está recebendo feedback de duas ou mais pessoas, pode ser impressionante ouvir todas essas vozes e todos os conselhos e necessidades. Reflita: de tudo o que foi dito, o que é mais importante para você?

  • Tenha ciência de que você é o responsável

    Cabe a você decidir qual ação tomar. Como Tasha Eurich, da Harvard Business Review, aconselha em um artigo sobre o recebimento de feedback, “a mudança é apenas uma opção”. Você pode decidir por fazer fazer mudanças em resposta a algumas críticas, mas não em relação a outras. Cabe a você.

Antecipe-se

Em vez de enxergar a crítica como algo negativo, pense nela como uma munição necessária para que você possa se tornar um profissional melhor. Peça a outras pessoas que questionem seus argumentos, de maneira que você possa treinar e melhorá-los. Pergunte o que você poderia fazer melhor – ou diferente. Encontre a crítica, seja seu próprio coach.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).