5 dicas de carreiras perfeitas para introvertidos

Getty Images
Veja opções para aqueles que preferem trabalhar sozinhos

Resumo:

  • Muitos não percebem, mas, para algumas pessoas, o simples ato de falar durante uma reunião pode ser muito difícil;
  • Para ajudar em seu sucesso profissional, aqui vão cinco opções de carreiras ótimas para introvertidos.

“Todo mundo brilha, na luz certa” – Susan Cain

LEIA MAIS:
4 conselhos de Michelle Obama e outros formados para universitários

Você chega a um evento ou reunião de equipe e vai direto para a última fileira. De lá, assiste a tudo em silêncio. Quando chamam seu nome, você se encolhe por dentro antes de sorrir e dizer algo. Se isso soa familiar, é porque você provavelmente é introvertido.

Introvertidos formam um grupo que corresponde a algo entre 16% e 50% da população e se sentem confortáveis sozinhos. E tudo bem.

O introvertido tem uma lista de habilidades únicas, que podem ser bem aproveitadas em certas indústrias. É em geral independente, criativo e bom ouvinte, e consegue se manter focado com maior facilidade. Além disso, tem um cérebro diferente, com limite menor de dopamina — ou seja, precisa menos de estímulo para sentir alegria, euforia e recompensa.

Mas, no mundo profissional onde colaboração e escritórios abertos não param de crescer, o introvertido provavelmente sofre para encontrar um papel ideal. Entenda suas habilidades e procure empregos que queiram o que você faz de melhor. Assim que conseguir o emprego perfeito, ficará surpreso com a rapidez do sucesso.

Na próxima que estiver no sofá, evitando uma festa barulhenta e cheia de gente, lembre-se de conferir a TED talk de Susan Cain chamada “O poder dos introvertidos” para se inspirar.

Aqui estão as cinco dicas de carreira para os introvertidos que procuram empregos ideais.

  • 1. Técnico de laboratório

    Detalhistas de mente aberta, introvertidos são ótimos detetives. Se você prefere ficar nos bastidores, a ciência forense pode ser uma boa área. Nela, você coleta e analisa evidências em laboratório e ocasionalmente viaja, a depender do crime investigado.

    Esse emprego exige um diploma em alguma área da ciência. Se voltar à faculdade não está nos seus planos, ser técnico de laboratório é uma opção. Você se mantém por trás das cenas, trabalhando com o diagnóstico de pacientes e a maioria do seu dia é passada dentro de um laboratório, testando amostras.

  • 2. Artista

    Você tem um olho bom para fotografia, ouvido para música ou talento para artesanato? Você pode aproveitar essas habilidades e criar o próprio negócio. As opções são muitas: trabalhar como freelancer, começar a própria companhia ou prestar serviços para outras.

    Procure por vagas online que valorizem o que você tem a oferecer. Como fotógrafo, você pode registrar de tudo, desde estoques e imóveis a eventos. Se você gosta de montar instalações, procure vagas e lojas que tenham um olhar criativo.

  • 3. Escritor

    Introvertidos normalmente gostam de passar o tempo sozinhos com seus pensamentos, e o escritor converte esses pensamentos em narrativa. Considere a escrita criativa, o trabalho de ghost-writer ou a publicidade. Esses são caminhos que exigem foco e atenção aos detalhes e que permitem a você ter uma mente independente.

    Se você tem um histórico profissional mais técnico, a escrita técnica pode ser uma oportunidade. O escritor técnico conduz pesquisas em áreas específicas e produz documentos na forma de manuais ou documentos de suporte para produtos ou serviços.

    Você pode começar como freelancer em plataformas como o UpWork ou Copify, oferecendo seus serviços para uma variedade de clientes e daí criar o próprio negócio.

  • 4. Contador

    Pelo forte uso de matemática e organização, um contador passa a maior parte do dia trabalhando com números, não pessoas. Você pode trabalhar para uma empresa ou abrir sua própria firma de contabilidade, onde decide a quem atender.

    Para se tornar um contador, você precisa de um diploma em contabilidade ou área relacionada. Essa é uma escolha de carreira forte se você procura um emprego que vá durar, já que essa área deve crescer 10% até 2026 — mais do que qualquer outra.

  • 5. Cuidador de animais ou veterinário

    Talvez você não goste de ficar perto de grandes grupos de pessoas, mas goste de animais. Um cuidador ou veterinário passa a maior parte do tempo com os bichinhos em zoológicos, abrigos, clínicas ou santuários. Eles diagnosticam, treinam e examinam os animais.

1. Técnico de laboratório

Detalhistas de mente aberta, introvertidos são ótimos detetives. Se você prefere ficar nos bastidores, a ciência forense pode ser uma boa área. Nela, você coleta e analisa evidências em laboratório e ocasionalmente viaja, a depender do crime investigado.

Esse emprego exige um diploma em alguma área da ciência. Se voltar à faculdade não está nos seus planos, ser técnico de laboratório é uma opção. Você se mantém por trás das cenas, trabalhando com o diagnóstico de pacientes e a maioria do seu dia é passada dentro de um laboratório, testando amostras.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

LinkedIn

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).