Como conseguir o salário que você quer

Getty Images
Entenda como pedir o pagamento que você deseja e merece

Resumo:

  • Muitas pessoas têm medo de pedir aumento, mas, com o planejamento correto, o processo pode não ser tão assustador;
  • Entender por que você merece aumento é o primeiro passo para consegui-lo.

Eu gostaria de falar sobre a minha remuneração.

LEIA MAIS: 5 frases que pessoas de sucesso nunca usam no trabalho

Se ler essa frase o deixa desconfortável, é provável que você evite conversas sobre salário com os seus superiores. Dinheiro pode ser um assunto constrangedor, sobretudo quando você quer negociar um pagamento. Mas, se você quer ter a vida dos sonhos e ser recompensado por seu valor, não evite esse tópico. Você pode acabar perdendo milhões ao longo da vida.

Como uma coach que trabalha com seus clientes para criar empregos dos sonhos, me surpreende descobrir quantos deles querem receber mais e se sentem presos ao seu atual salário. Como muitos, minha cliente Madeline queria pedir por um aumento, mas não sabia como, e sempre ficava ansiosa demais para conversar sobre isso.

Ela não está sozinha. Muitos, sobretudo mulheres, evitam esse tópico no geral. Pesquisas mostram que apenas 40% das pessoas negociam seus salários e, das que negociam, a maioria são homens. As pessoas claramente não se sentem confortáveis em pedir mais, e elas deveriam.

Aqui estão quatro coisas para se fazer na hora de pedir um aumento:

  • 1. Crie uma estratégia para mostrar seu valor

    Você liderou um projeto que levou à economia de milhões de dólares ano passado? Você assumiu responsabilidades que iam além do seu papel atual?

    Pedir mais dinheiro deve vir como resultado de aumento de valor. Junte informações e dados que provem suas contribuições à empresa. Mostre dados específicos e mensuráveis da sua performance, quando possível. Se você conseguir mostrar ao seu chefe o valor que agrega, é provável que ele enxergue vantagem em aumentar seu salário e fazê-lo ficar.

    Crie uma lista de elogios a si mesmo, liste seus prêmios, grandes conquistas e projetos que completou. Não esqueça de ir atrás de depoimentos de clientes e colegas que provem seus esforços — conexões pessoais são muito importantes nesse sentido. Confira todo esse material antes da conversa para se motivar e lembrar por que você quer mais dinheiro.

    Não tenha medo de mostrar seu valor e de se vender de verdade.

  • 2. Faça a sua pesquisa e seja específico

    Antes de entrar na sala do seu chefe, entenda a relação entre o seu salário atual e os anos de experiência que você tem. Você não quer começar uma conversa se sentindo despreparado. Portanto, pesquise em alguns sites de recrutamento. Se a sua empresa tem um grande concorrente, pesquise os salários que paga. Considere incentivos adicionais como bônus especiais ao comparar os valores.

    Com esses dados, escreva o salário que você deseja. Para mostrar que você pesquisou e não só pediu mais dinheiro, escolha um número como R$ 14.979 em vez de R$ 15.000, por exemplo. Pesquisas mostram que números específicos obtêm mais sucesso em negociações.

  • 3. Seja claro durante a negociação

    A probabilidade de homens conseguirem um aumento é maior do que a de mulheres, e, segundo estudos, em parte isso deve à maneira como o pedido é feito. Pode parecer assustador, mas aborde a conversa com confiança e seja assertiva.

    Caso precise, antes de encontrar seu chefe, vá ao banheiro e construa sua confiança. Se conseguir controlar seu nervosismo, beba um pouco de café. Estudos mostram que a cafeína deixa a gente resistente à persuasão.

    Comece a conversa com a lista de auto-elogios, você pode até imprimir uma versão formal e compartilhar com seu gerente ou contato do RH. Com essa informação compartilhada, passe para a discussão sobre seu futuro salário.

    Treine o que vai falar na conversa antes de ela acontecer. Pratique com alguém em quem você confie ou fale em voz alta enquanto estiver dirigindo. A prática leva à perfeição, e, com o seu salário, não é diferente!

  • 4. Não leve para o pessoal

    Mantenha suas necessidades pessoais longe da negociação. O aumento do seu aluguel ou a creche do seu filho não garantirão um aumento, e você não soará profissional. Foque na sua performance e em seu valor de mercado.

    Se os resultados das negociações forem um “não”, entenda que podem existir outros fatores em jogo, como o orçamento da empresa, que não têm nada a ver com a sua performance. Procure entender por que a resposta foi não, e trabalhe para melhorar ou mudar. Crie motivos para o seu futuro pedido. Um “não” não significa “não” para sempre.

    Entenda também que seu salário não é a única coisa negociável. Se dinheiro não é uma opção, peça um horário mais flexível, trabalhe de casa em alguns dias, consiga mais férias ou consiga um projeto pelo qual você seja apaixonado. Seja criativo.

    Madeline seguiu essas dicas quando planejou pedir aumento, e conseguiu 7%, além de dois dias extras de férias por ano. Mais do que isso: ela adquiriu autoconfiança e percebeu que falar sobre dinheiro não é tão ruim quanto parece.

    Negociações salariais podem dar medo, mas, quanto mais você pratica, mais fáceis elas se tornam. Não deixe o medo te impedir de receber o que você merece!

1. Crie uma estratégia para mostrar seu valor

Você liderou um projeto que levou à economia de milhões de dólares ano passado? Você assumiu responsabilidades que iam além do seu papel atual?

Pedir mais dinheiro deve vir como resultado de aumento de valor. Junte informações e dados que provem suas contribuições à empresa. Mostre dados específicos e mensuráveis da sua performance, quando possível. Se você conseguir mostrar ao seu chefe o valor que agrega, é provável que ele enxergue vantagem em aumentar seu salário e fazê-lo ficar.

Crie uma lista de elogios a si mesmo, liste seus prêmios, grandes conquistas e projetos que completou. Não esqueça de ir atrás de depoimentos de clientes e colegas que provem seus esforços — conexões pessoais são muito importantes nesse sentido. Confira todo esse material antes da conversa para se motivar e lembrar por que você quer mais dinheiro.

Não tenha medo de mostrar seu valor e de se vender de verdade.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).