Cigarro de maconha é avaliado em US$ 24 mil nos EUA

Katie Shapiro - Foto reprodução FORBES
O cigarro de maconha de US$ 24 mil levou duas semanas até ficar pronto e demandou meio quilo de cannabis e bubble hash, misturado com uma premiada flor da Team Elite Genetics e 170 gramas de Soilgrown Solventless concentrado.

A Stone Road Farms, uma startup de cannabis com sede em Los Angeles, EUA, especializada em cigarros de maconha pré-enrolados orgânicos e prensados artesanais, celebrou, na noite da última quinta-feira (17), um novo status na Califórnia: um cigarro de maconha, encomendado para um leilão, avaliado em US$ 24 mil.

VEJA TAMBÉM: Como ganhar até US$ 40 mil por ano com a venda de maconha nos EUA

Realizada no Fig Earth Supply, um espaço de orgânicos no centro de Los Angeles, a noite incluiu petiscos veganos, coquetéis, um bar de cannabis e um show privado de Gabriel Garzón Montano, tudo em suporte à African Wildlife Foundation. O fundador da sturtup, Lex Corwin, também brindou às 11 instituições de todo o Estado que agora trabalham com a maconha cultivada em Grass Valley, na Califórnia, enrolada à mão em papel de celulose vegetal de queima limpa, importado da França, e embalada em tubos de vidro.

Com formação em desenvolvimento imobiliário, Corwin entrou na indústria da cannabis em 2017 para lançar uma linha de luxo e, graças à sua família, que trabalha com uma organização de preservação, interessou-se por elefantes ao longo da vida.

“Além de dar uma festa para celebrar nossa expansão, queria incorporar um elemento de causa social, então, decidi criar um cigarro na forma de uma gigantesca presa de elefante para simbolizar o prejuízo que o comércio de marfim causa a esses animais selvagens”, diz Corwin.

Após a primeira encomenda com um designer de Hollywood, que não conseguiu executar o pedido, Corwin convidou o renomado artista Weavers para o ambicioso projeto. O processo levou duas semanas até ficar pronto e demandou meio quilo de cannabis e bubble hash (haxixe refinado que borbulha quando fumado), misturado com uma premiada flor da Team Elite Genetics e 170 gramas de Soilgrown Solventless concentrado (extraído da planta). Tudo foi embrulhado em papel de charuto, coberto com três camadas de Shine, feitas de ouro 24 quilates.

E AINDA: Multibilionária indústria da maconha precisa de regras de uso da planta para seus funcionários

Weavers já detinha o recorde mundial de maior cigarro do mundo, com dois quilos e meio e em formato de lança-foguete. Agora, sua última criação, segundo Corwin, é o cigarro de maconha mais caro do mundo.

No total, o cigarro, fumável, pesa 680 gramas e mede 76 centímetros de comprimento. Entre os 150 convidados para o evento, a peça foi leiloada por US$ 4 mil a um dos investidores iniciais do Stone Road Farms. Apesar de a proposta vencedora não ter ultrapassado o real valor da “presa de elefante”, Cowin diz estar feliz por a peça ter permanecido na “família”.

“Minha maior honra é poder doar os rendimentos deste evento para apoiar o importante trabalho da AWF de acabar com a caça clandestina de elefantes e o tráfico de marfim e outros animais selvagens. As presas pertencem somente aos elefantes selvagens e ninguém mais”, comemora Cowin.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).