“Star Wars”, na Disney, venderá bebidas alcoólicas

Getty Images
A Disney ainda não anunciou uma data de inauguração específica para a atração de 5,5 hectares, mas a chamada para permitir a venda pública de álcool nas instalações é significativa.

No próximo verão norte-americano, a Disneylândia romperá uma tradição de 63 anos e, pela primeira vez, venderá bebidas alcoólicas ao público.

LEIA MAIS: Disney anuncia “Star Wars Resistance” para TV

Embora o mais proeminente parque temático do mundo já ofereça álcool em um restaurante e lounge privativo exclusivo chamado Club 33, o lançamento da venda de bebidas alcoólicas para o público em geral será um aspecto da atração “Star Wars: Galaxy’s Edge”, que contará com a Cantina de Oga: um posto avançado repleto de caçadores de recompensas, droids e pais suburbanos que servirão cerveja, vinho e coquetéis com o tema de galáxia.

“Você está procurando um lugar para fazer negócios obscuros ou apenas para relaxar com uma das melhores bebidas da galáxia?”, tuitou o Disneyland Today, o perfil oficial do parque. “Então não se esqueça de ir à Cantina de Oga, em Star Wars: Galaxy’s Edge, quando ela for inaugurada em 2019.”

A Disney ainda não anunciou uma data de inauguração específica para a atração de 5,5 hectares, mas a chamada para permitir a venda pública de álcool nas instalações é significativa.

O criador do império do entretenimento, Walt Disney, manteve-se firme contra a decisão de servir álcool em seus parques temáticos por acreditar que a prática prejudicaria a experiência familiar. O parque, no entanto, justificou o movimento atual como uma medida para fornecer maior autenticidade à nova atração.

VEJA TAMBÉM: Itens da Disneyland arrecadam US$ 8,3 mi em leilão

“Star Wars: Galaxy’s Edge será uma experiência totalmente imersiva e fiel à história”, disse a porta-voz do parque, Liz Jaeger. “Dado nosso compromisso de oferecer aos fãs uma experiência de cantina imersiva, sentimos que essa era uma oportunidade de oferecer bebidas à base de álcool e bebidas não alcoólicas no contexto da história.”

Não sendo um moralista nos bastidores, Disney – que morreu de câncer no pulmão em 1966 – teve o cuidado de não associar sua imagem pública e sua vida privada, ao divulgar: “Eu não sou Walt Disney. Eu faço muitas coisas que Walt Disney não faria. Walt Disney não fuma. Eu fumo. Walt Disney não bebe. Eu bebo”.

A Disneylândia tem uma licença de bebidas para todo o parque e serve álcool em eventos privados que realiza durante o ano. Dos dois parques temáticos que compõem o complexo Disneyland Resort em Anaheim, Califórnia, somente a Disney California Adventure atualmente serve bebidas alcoólicas ao público – embora elas também possam ser encontradas em Downtown Disney, o distrito comercial que une os parques que abriram em 2001.

Um complexo “Star Wars: Galaxy’s Edge” também está sendo construído na Disney de Orlando, na Flória, com previsão de inauguração em 2019.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).