15 dicas para ter o ano mais produtivo da sua vida

Sua vida pode mudar drasticamente em um ano. Há um tuíte sobre Alexandria Ocasio-Cortez, a mulher mais jovem a ser eleita para o congresso dos Estados Unidos, no último dia 8, que viralizou. Na postagem, o escritor Ryan O’Connell brinca que a revelação mais profunda que ele teve nessa mesma idade – 29 anos – foi que deveria praticar exercícios. A democrata rebateu a publicação: “No ano passado eu era bartender e comprei meu primeiro sofá há duas semanas – pouco depois de conseguir um seguro de saúde. Então não se preocupe, o crescimento não acontece em linha reta! Nós estamos mais próximo do que acreditamos”.

VEJA TAMBÉM: 4 dicas para trabalhar menos sem prejudicar a carreira

Essas histórias são contadas o tempo todo – em parte porque são surpreendentes, mas também porque são verdadeiras. Você pode mudar mais do que pensa em um curto espaço de tempo se tiver uma visão clara, estratégia específica e o autêntico desejo de construir uma vida diferente.

Veja, na galeria de imagens a seguir, 15 passos importantes para seguir e promover uma transformação real nos próximos 12 meses:

  • 1. Em vez de focar no que você pode concluir hoje, concentre-se no que trabalhar a cada dia

    Quando a maioria das pessoas tenta ser mais produtiva, elas se concentram em como podem completar mais tarefas em um dia sem avaliar se essas atividades são realmente merecedoras de tanto tempo e energia.

    Em vez de colocar como objetivo o que pode ser terminado em um dia, coloque sua atenção no que deve ser trabalhado. A realidade é que tarefas que podem ser concluídas em um único turno de trabalho são, geralmente, pequenas ou gerenciais. Isso quer dizer que elas são necessárias, mas não vão levar sua vida adiante de maneira significativa. E mais importante ainda: não devem ser o padrão para mensurar sua produtividade.

  • 2. Tenha uma visão para sua vida

    A razão pela qual tantas pessoas ficam presas a essas pequenas tarefas diárias é que elas não têm uma visão grandiosa de objetivo. Isso acontece porque tentam ser muito específicas sobre o que querem alcançar, em vez de basear em valores, sentimentos e grandes cenários.

    A primeira e mais importante ação que você precisa tomar para mudar sua vida e seguir em frente é sentar e escrever um objetivo definitivo a longo prazo. Concentre-se no que você quer sentir e fazer a cada dia, com quem quer estar e como quer gastar seu tempo. Imprima esse papel e coloque-o na parede, na frente de onde você trabalha ou passa a maior parte do dia.

  • 3. Identifique o que não funciona

    Muitas vezes, o que realmente não flui na vida não é o que causa mais dor, mas sim aquilo que desmotiva e tira a inspiração. A dor é algo complicado, porque é um componente que precisa ser trabalhado na direção aos nossos objetivos. Sofrimento e desconforto não precisam ser evitados. Mas apatia, desinteresse e falta de motivação sim. Esses são sinais reveladores de que você não está no caminho de algo que lhe causa genuíno interesse e que é preciso reavaliar.

  • 4. Transforme os erros do passado em diretrizes

    Em vez de se culpar pelo lugar que ocupa agora, use os equívocos cometidos como uma espécie de exemplo para o que não fazer. Estar insatisfeito com os rumos de determinada atitude é um conhecimento extremamente valioso. Em vez de ver como uma falha moral ou uma prova de sua falta de valor ou capacidade, aprecie sua disposição em assumir o risco e experimentar coisas novas. Siga em frente com ainda mais sabedoria sobre suas ações. O que passou não importa. O importante é ter consciência do que funciona ou não para a sua vida.

  • 5. Cultive espaço

    Uma das principais necessidades para prosperar é ter um espaço próprio – e pode ser uma mesa, um quarto, um apartamento inteiro ou uma casa. O ponto é que você precisa se apropriar de um lugar e trabalhar para transformá-lo em um ambiente no qual você ama estar e que o inspire a ser exatamente a pessoa que deseja se tornar.

    Você não será capaz de avançar se a sua casa estiver repleta de relíquias do passado, que não trazem lembranças positivas ou pensamentos inspiradores. Você não poderá seguir em frente se a sua mesa o estressar e der a impressão de estar sempre desordenada. Você nunca se sentirá em paz em um lugar se não fizer um esforço e criar um espaço especificamente designado para o seu trabalho. Este é um daqueles itens importantes, mas muitas vezes esquecido.

  • 6. Tenha objetivos que façam você se sentir desconfortável

    Quando você imaginar como será sua vida no próximo ano, lembre-se de que sua referência é apenas o que você conhece. Pensar em algo melhor do que aquilo já experimentado provavelmente fará você se sentir desconfortável ou nervoso. Mudanças grandes e abrangentes também costumam causar medo. Espere e aceite isso. Esteja aberto para ver sua vida se desdobrar de maneiras que são maiores do que você pode projetar no momento.

  • 7. Quando se tratar dos seus hábitos mais desafiadores, faça isso em doses homeopáticas

    A maioria das pessoas é vítima de seus piores hábitos, não porque não têm força de vontade para fazer mudanças drásticas, mas por não entender que grandes transformações requerem esforço. Elas são produtos de pequenos avanços.

    Vamos dizer, por exemplo, que você queira perder peso. Se começar a mudar sua rotina de dieta e exercícios de forma muito intensa, isso pode impactá-lo de maneira muito profunda e devolvê-lo rapidamente à zona de conforto. Em vez disso, comece com mudanças pequenas, quase imperceptíveis. Se você decidir cortar pelo menos um lanche por dia (de 250 calorias) e mantiver todas as questões relativas ao emagrecimento consistentes, isso pode significar a perda de um quilo a cada duas semanas – ou 26 quilos em um ano.

    A questão não é exaltar técnicas de dieta (ao contrário do que se pensa, a maioria das dietas não funciona), mas salientar que os seus mais ínfimos hábitos podem ter grande impacto na sua vida. E que mudá-los pode acarretar transformações maiores do que você pensa.

  • 8. Descobrir pelo que você acredita que vale a pena se sacrificar

    Se você tentar construir sua vida em torno do que deseja, vai se sentir mais confortável, mas também desapontado. Não há nada na vida que não venha acompanhado de um conjunto de desafios, então a questão é realmente identificar aquilo em que você acredita que vale a pena o desconforto.

  • 9. Manter em mente a sustentabilidade a longo prazo

    Um ano produtivo não significa concluir inúmeras pequenas tarefas, mas sim estar atento, trabalhar e preparar-se para aproveitar mais o futuro. Quando estiver em seu ambiente profissional, pergunte-se: eu poderia fazer isso para o resto da minha vida? Por quê? Isso lhe dará um parâmetro sobre o que está ou não funcionando.

  • 10. Quitar dívidas e acumular poupanças e investimentos

    Não importa quem você é ou em que fase da vida você está: manter o controle sobre as finanças é uma necessidade. Em particular, trabalhar na redução das despesas mensais, saldar dívidas e aumentar suas economias de emergência e capital de investimento. Isso é essencial não apenas para lhe dar a liberdade de assumir riscos, mas também para estabilizar a vida e reduzir a ansiedade financeira.

  • 11. Conecte-se à realidade, não à sua narrativa emocional

    Aumentar a margem de lucro, ampliar a sua empresa e perder peso não vai fazer você feliz. Sucessos como esses são importantes. Mas não são tudo. Gary John Bishop diz: “Conecte-se à sua realidade, à sua vida real, em vez de se conectar a uma narrativa emocionalmente encharcada”. Concentrar-se no momento presente e agradecer por ele é como ter uma felicidade palpável no dia a dia. Questione-se o que tem acontecido em detrimento ao que tem imaginado em sua cabeça.

  • 12. Pergunte a si mesmo: “É isso que eu quero ou apenas estou acostumado?”

    Talvez você esteja acostumado a ficar sem dinheiro e imagine que um dos seus grandes objetivos é aumentar sua receita. Na realidade, é possível ser financeiramente estável e manter a maior parte do seu interesse nos seus projetos de bem-estar ou paixão fora do trabalho. Mas também é preciso lembrar que, muitas vezes, o que mais queremos é exatamente aquilo a que estamos acostumados. Buscamos conforto e familiaridade acima de tudo.

  • 13. Agilize o que for de maior interesse

    Talvez parte do seu modelo de negócios exija que você publique regularmente nas redes sociais e trabalhe na criação de uma comunidade em torno do produto ou serviço oferecido. Se esse for o caso, defina um dia para criar e escrever todas as suas postagens e use uma ferramenta de agendamento para automatizar as publicações futuras.

    Certifique-se de que seu maior interesse e sua maior prioridade sejam também seu maior foco e realização. Se conseguir trabalhar melhor em um café, vá até lá. Se precisar se concentrar no silêncio, desative as notificações do computador e celular. Torne mais fácil para você acompanhar suas necessidades.

  • 14. Terceirizar ou se livrar do que não é importante

    Seu tempo não é limitado, mas sua energia é. Esse é o grande segredo. Sua vida é reflexo direto da canalização da sua energia. Se quiser fazer mudanças reais, é preciso identificar o que importa e o que não importa – e deixar as coisas fluírem. Caso não consiga encontrar alguém para ajudar, avalie a necessidade. Se a resposta for um retumbante “não”, use essa energia para algo que realmente lhe interessa.

  • 15. Deixe sua vida agradável agora mesmo

    Você pode trabalhar pelo seu futuro nos próximos 12 meses e, mesmo que veja um progresso significativo do lado de fora, não vai se sentir muito diferente por dentro – a menos que se permita ser feliz e que sua vida seja boa aqui e agora.

    Nada vai mudar sua perspectiva e narrativa interna sobre como você pensa e se sente a cada dia se não houver uma proposta a si mesmo de mudança. Isso não acontece depois da realização de algo maior, diferente ou melhor. Mudar sua vida consiste em transformar o momento presente.

1. Em vez de focar no que você pode concluir hoje, concentre-se no que trabalhar a cada dia

Quando a maioria das pessoas tenta ser mais produtiva, elas se concentram em como podem completar mais tarefas em um dia sem avaliar se essas atividades são realmente merecedoras de tanto tempo e energia.

Em vez de colocar como objetivo o que pode ser terminado em um dia, coloque sua atenção no que deve ser trabalhado. A realidade é que tarefas que podem ser concluídas em um único turno de trabalho são, geralmente, pequenas ou gerenciais. Isso quer dizer que elas são necessárias, mas não vão levar sua vida adiante de maneira significativa. E mais importante ainda: não devem ser o padrão para mensurar sua produtividade.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).