‘Com o mínimo, faço o máximo. Com o máximo, mudo o mundo’

Divulgação

Nascida na Índia há milhares de anos e presente no Nordeste brasileiro desde os anos 1850, a Moringa oleifera é usada pela Organização das Nações Unidas no combate à desnutrição e ao déficit de atenção e para o tratamento e prevenção de cerca de 300 doenças. Estudos científicos apontam que ela pode ser um dos alimentos estratégicos para a eliminação da fome do mundo, graças às suas propriedades. Com 47 antioxidantes, 36 anti-inflamatórios e 19 aminoácidos, a Moringa tem valor nutricional maior que o de vários alimentos importantes: 27% a mais de proteína do que qualquer carne, 17 vezes mais cálcio que o leite e 25 vezes mais ferro do que o espinafre, por exemplo.

Aprovada pela ONU, Unicef, Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo National Institute of Health (NIH), a planta já tem sido utilizada em tratamentos contra câncer, depressão, Alzheimer, epilepsia, diabetes, inflamações, obesidade, reumatismo, dengue e HIV, entre outros males. Especificamente para as mulheres, equilibra o ciclo menstrual, reduz as cólicas e os sintomas da TPM. Para o público em geral, traz ainda mais disposição, clareza mental e foco já nos primeiros dias de uso.

A empresa Moringa da Paz, com seus produtos orgânicos, veganos e sem glúten – todos à base de Moringa oleifera – abraçou a ousada missão de nutrir o mundo e promover a paz. Para isso, vem conquistando alguns grandes feitos – é, por exemplo, a primeira empresa do ramo a obter oito selos de certificação nacionais e internacionais. Também foi a primeira a lançar o chá em sachê com a caixa em braile, visando atender à demanda de mais de 1 milhão de brasileiros cegos e mais de 5 milhões de pessoas com baixa visão. É, também, pioneira no financiamento da primeira obra literária em português sobre a planta, de referência internacional: Moringa Oleifera: Mágica, Mito ou Milagre, de Howard Fisher.

Divulgação

Alê Olív planeja transformar a Moringa da Paz em uma marca global. Para isso, está em processo de captação de recursos para a construção de um parque industrial e para intensificar os investimentos em tecnologia – a inovação nas fazendas permitirá expandir e otimizar as plantações e preparar a empresa para exportações em larga escala a partir de 2019. Atualmente, já é o responsável pela maior distribuição de Moringa oleifera do Brasil, presente em mais de 1.200 pontos de venda pelo país e mais de 100 distribuidores independentes. A meta para 2019 é lançar mais de 30 produtos, levando os benefícios da “planta mágica” a cada vez mais pessoas.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).