Descubra os principais motivos do cansaço constante

Getty Images
As pessoas reclamam frequentemente que estão cansadas

Em nosso agitado mundo moderno, uma queixa comum que os médicos ouvem é que seus pacientes estão frequentemente cansados. Se esse for o seu caso, o primeiro passo é observar seu estilo de vida. Uma alimentação saudável deve fornecer todos os nutrientes de que você necessita, mas, se você tem uma dieta pobre, a falta de nutrição pode fazer seu corpo lutar por fontes de energia.

LEIA MAIS: 10 hábitos para melhorar o sono

Os exercícios podem tonificar e fortalecer os sistemas do seu corpo, além de liberarem hormônios do bem-estar, chamados endorfinas, que podem lhe dar um impulso. No entanto, se você é sedentário, está acima do peso ou é obeso, seu corpo pode estar com dificuldades para funcionar da maneira ideal. Por fim, um bom sono é fundamental para o seu corpo descansar e reparar-se – não dormir o suficiente pode deixá-lo esgotado.

Se você já abordou todos os fatores de estilo de vida que pode controlar e, mesmo assim, está enfrentando uma fadiga que parece não desaparecer, seu cansaço pode ter uma causa médica.

Veja, na galeria de fotos abaixo, quais são as razões que podem estar deixando você cansado e sem energia:

  • Anemia

    A anemia é caracterizada pela falta de ferro no sangue, o que impede o funcionamento correto das hemácias e causa cansaço. As mulheres que menstruam – em especial se forem fluxos intensos – e as gestantes correm um risco particularmente alto, embora as mulheres na pós-menopausa e os homens também possam sofrer desse mal. Um simples exame de sangue é capaz de medir os níveis de ferro, e existem suplementos que podem ser comprados sem receita médica. Além disso, você pode aumentar sua ingestão de fontes naturais de ferro, como carne e verduras de folhas verdes escuras, para ajudar a corrigir o problema.

  • Doença da tireoide

    Como a glândula tireoide controla o seu metabolismo, que, por sua vez, afeta seus níveis de energia, uma tireoide pouco ativa pode fazer com que você se sinta cansado. Chamada de hipotireoidismo, essa moléstia afeta principalmente mulheres e idosos e não tem cura. Felizmente, porém, ela é facilmente diagnosticada com um exame de sangue que mede o nível de hormônio da tireoide. Tomar um medicamento para a tireoide pode normalizar a função da glândula, embora seja necessário para o resto da vida.

  • Diabetes

    Um dos primeiros sinais do diabetes pode ser o cansaço, porque você não está processando e absorvendo a glicose, que é o combustível do corpo. O diabetes é uma disfunção grave que pode prejudicar olhos, rins, nervos e coração, por isso é melhor que seja diagnosticado o quanto antes. Exames de sangue podem ajudar a identificar o diabetes, e você pode mantê-lo sob controle por meio de dieta, exercícios e, muitas vezes, medicamentos.

  • Depressão ou ansiedade

    Os problemas de saúde mental estão intimamente ligados ao corpo e também podem gerar sintomas físicos. Para quem sofre de depressão ou ansiedade, pequenas tarefas podem ser esmagadoras e desgastantes, e essa falta de energia pode fazer com que você se sinta cansado. Medicamentos e aconselhamento ajudam. Porém, mesmo em pessoas sem problemas de saúde mental, o estresse pode levar à fadiga, já que o corpo fica em alerta máximo (a reação de “luta ou fuga”). Nesse caso, técnicas de relaxamento e controle do estresse, como meditação ou ioga, podem liberar a tensão que você sente e que destrói sua energia.

  • Apneia do sono

    O sono costuma ser considerado um dos pilares da saúde, assim como a dieta e os exercícios. Mesmo que você pense que está tendo uma noite inteira de sono, um distúrbio denominado apneia obstrutiva do sono pode deixá-lo cansado, pois o bloqueio da respiração na garganta pode acordá-lo repetidas vezes durante a noite. Se você acha que pode ter apneia do sono (talvez porque seu parceiro ou sua parceira diz que você ronca), o próximo passo é um exame do sono para determinar se está sofrendo desse distúrbio. Mudanças no estilo de vida, como perda de peso, podem ajudar, da mesma maneira que aparelhos respiratórios como o CPAP (sigla em inglês para “pressão de ar positiva contínua”) ou uma cirurgia.

    Segundo o Dr. Eric J. Kezirian, mestre em saúde pública, professor de medicina do sono da Faculdade de Medicina Keck da Universidade do Sul da Califórnia (USC) e diretor do Centro de Apneia do Sono e do Centro de Cirurgia do Ronco da Medicina da USC, “a apneia do sono é um problema comum que pode afetar a saúde, os relacionamentos sociais e a capacidade de ter um sono tranquilo e revigorante. Há muitas pessoas que têm apneia do sono, mas não sabem, assim como há outras que receberam CPAP para tratar do problema, mas não se sentem confortáveis para usá-lo a noite inteira. Se você acha que tem apneia do sono ou tem realmente essa condição, mas não consegue tolerar o CPAP, visite um otorrinolaringologista especializado em sono”.

  • Doença autoimune

    Existem mais de 80 tipos de doença autoimune, como artrite reumatoide, lúpus, esclerose múltipla, síndrome de Sjögren e doença celíaca, nas quais o corpo ataca por engano suas próprias células. Infelizmente, as doenças autoimunes não são fáceis de diagnosticar. Além disso, a fibromialgia e a síndrome da fadiga crônica – que não se enquadram nas doenças autoimunes, mas muitas vezes atuam como elas – são outras patologias que seu médico pode cogitar ao efetuar um diagnóstico. Embora não esteja totalmente claro o motivo de o cansaço estar associado a essas enfermidades, medicamentos e ajustes no estilo de vida podem ajudar você a controlar o cansaço ao lidar com uma doença crônica.

  • Doenças cardíacas

    Você pode não associar a fadiga a doenças cardíacas, mas ela pode ser um sinal desse mal, especialmente se você tiver outros sintomas, como falta de ar, tontura ou dor no peito. Seu coração está trabalhando demais, e seu sangue não está fluindo adequadamente para os órgãos e tecidos, o que causa cansaço. Se você acha que pode ter algum problema no coração, consulte seu médico imediatamente, pois essa doença pode ser fatal.

Anemia

A anemia é caracterizada pela falta de ferro no sangue, o que impede o funcionamento correto das hemácias e causa cansaço. As mulheres que menstruam – em especial se forem fluxos intensos – e as gestantes correm um risco particularmente alto, embora as mulheres na pós-menopausa e os homens também possam sofrer desse mal. Um simples exame de sangue é capaz de medir os níveis de ferro, e existem suplementos que podem ser comprados sem receita médica. Além disso, você pode aumentar sua ingestão de fontes naturais de ferro, como carne e verduras de folhas verdes escuras, para ajudar a corrigir o problema.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).