Como sobreviver à comilança das Festas

Getty Images
Tentar arrancar o máximo de prazer de todas as calorias pode ajudar a evitar uma corrida contra Diabetes Tipo 2, doenças cardíacas e excesso de peso.

Estamos prestes a entrar na alta temporada da comilança. Comer e beber bem logo fará parte da rotina de Festas e das férias. Ao considerar esses prazeres, não podemos ignorar os transtornos emocionais e o estresse provenientes da época. Aqueles sem uma estratégia poderão se perceber em janeiro com alguns maus hábitos e uns quilinhos a mais. A boa notícia é que é possível adotar uma abordagem consciente de saborear cada mordida sem sentir peso na consciência. Tentar arrancar o máximo de prazer de todas as calorias pode ajudar a evitar uma corrida contra Diabetes Tipo 2, doenças cardíacas e excesso de peso.

LEIA MAIS: Hotéis para ficar em Nova York durante o Natal

Mas isso não é nada fácil. Como Lilian Cheung, coautora do livro “Mindful Eating, Mindful Life” (“Comer Consciente, Viver Consciente”, em tradução livre), define: “A alimentação é a prática de cultivar uma percepção sobre como a comida pode afetar nosso corpo, sentimentos, mente e tudo o que está ao nosso redor. A prática aumenta nossa compreensão sobre o que comer, como comer, quanto comer e por que comer o que comemos”. Infelizmente, deliciar-se com todos os pratos pode desafiar os hábitos até dos mais atentos. Todas essas tolerâncias das férias entram em conflito com o núcleo da alimentação consciente”.

Mas nem tudo está perdido, apesar do fato de que comer conscientemente durante toda a temporada de Festas e férias seja como tentar participar de uma sequência de ioga enquanto no meio de uma balada eletrônica. Lembre-se de que a atenção plena não é um ou tudo, ou nada, assim como comer com consciência. Tudo isso depende e conta com muitos fatores, como desacelerar, usar todos os seus sentidos, mastigar completamente e controlar a quantidade.

Em outras palavras, encontrar alegria na comida e na bebida é muito diferente do que ir atrás porções maiores. Sem pressa, comer um monte de quitutes de camarão não é tão prazeroso quanto diminuir a velocidade para saborear o gosto de apenas alguns.

E esse é o segredo. Encontrar alegria, prazer e sabor na comida tanto quanto possível. Concentre-se e aprecie o que você come por completo. Diminua a velocidade e, da mesma maneira que você saboreia o café enquanto o toma, celebre as Festas e aproveite as férias. Isso significa ter tempo para saborear o que você está comendo ou bebendo, em vez de procurar e comer mais e mais.

Já está no disponível no aplicativo ForbesBrasil a edição 64 com a lista Under30.
Baixe o app na Play Store ou na App Store.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).