Os 5 livros favoritos de Bill Gates de 2018

Getty Images
“Acho que todos poderiam ler mais livros em suas vidas”, escreveu ele em seu site, o “Gates Notes”.

À medida que 2018 chega ao fim, Bill Gates disponibilizou uma lista com os cinco melhores livros que leu este ano.

LEIA TAMBÉM: 4 sites de aprendizado indicados por Bill Gates

Gates, que deixou Harvard para fundar a Microsoft em 1975 e agora é o maior filantropo do mundo – além do vice-líder da lista de bilionários da FORBES -, também é um leitor frequente. Todos os anos, ele encontra tempo para ler cerca de 50 livros. Ele faz sugestões regularmente, com comentários da suas obras favoritos antes do verão norte-americano e dos feriados, quando as pessoas têm mais tempo ocioso. Este ano, ele até financiou site para download gratuito de apostilas de estudo.

Suas recomendações do ano incluem um livro sobre meditação, bem como uma obra sobre a guerra moderna. “Minha lista é bastante eclética”, ressalta.

Veja, na galeria de fotos abaixo, os 5 livros recomendados por Bill Gates:

  • ”Educated”, de Tara Westover

    Este é um livro de memórias escrito por alguém que não pisou em uma sala de aula até os 17 anos proibida pelos pais, sobreviventes mórmons. Depois de muito tempo, Tara conseguiu conquistar seu Ph.D. da Universidade de Cambridge. Gates diz que ele e a esposa, Melinda, sensibilizaram-se por sua forte “vontade de aprender”.

    O livro não está disponível em português.

  • ”Army of None”, de Paul Scharre

    O autor, que é especialista em defesa no Pentágono, analisa as implicações de dar às máquinas a autoridade para tomar decisões sobre a vida ou a morte na guerra. Sua postura é de que os seres humanos não devem ser removidos do campo de batalha. “É um tema extremamente complicado, mas Scharre oferece explicações claras e apresenta os prós e contras da guerra conduzida por máquinas”, escreve Gates.

    O livro não está disponível em português.

  • ”Bad Blood”, de John Carreyrou

    O livro mostra a ascensão e queda de Elizabeth Holmes do Vale do Silício e sua companhia Theranos, que prometeu simplificar e agilizar os exames de sangue. A empresa, que atraiu grandes investimentos de Rupert Murdoch e Larry Ellison, entre outros, acabou conseguindo uma avaliação de mais de US$ 9 bilhões. No entanto, o que Elizabeth não estava dizendo a ninguém era que sua tecnologia não funcionava. “Um monte de amigos me recomedaram o livro”, disse Gates. “A história é ainda mais louca do que eu esperava, e me vi incapaz de parar de ler.”

    O livro está disponível no Brasil, e em português se chama “Bad Blood: Fraude Bilionária no Vale do Silício.”

  • ”21 Lessons for the 21st Century”, de Yuval Noah Harari.

    A obra levanta — e tenta responder — algumas das questões mais importantes do dia, como de que forma os computadores e robôs mudam a importância de ser humano e como lidamos com a epidemia de notícias falsas. Funciona como uma espécie de antídoto para aqueles que têm se preocupado muito com isso ultimamente. “Se 2018 deixou você impressionado com o estado do mundo, o livro oferece uma estrutura útil para processar as notícias e pensar sobre os desafios que enfrentamos.” Harari também escreveu “Sapiens” e “Homo Deus”.

    O livro está disponível no Brasil, e em português se chama “21 Lições Para o Século 21.”

  • ”The Handscape Guide to Meditation and Mindfulness”, de Andy Puddicombe

    O livro é, segundo Gates, uma introdução perfeita na meditação. Ele tem a parte de autobiografia e a parte manual, detalhando a jornada do autor para se tornar um monge budista e oferecendo técnicas simples de meditação que podem melhorar a saúde mental e reduzir o estresse. “Tenho certeza de que eu, com 25 anos, zombaria disso. Mas hoje Melinda e eu estamos meditando”, contou o bilionários.

    O livro não está disponível em português.

”Educated”, de Tara Westover

Este é um livro de memórias escrito por alguém que não pisou em uma sala de aula até os 17 anos proibida pelos pais, sobreviventes mórmons. Depois de muito tempo, Tara conseguiu conquistar seu Ph.D. da Universidade de Cambridge. Gates diz que ele e a esposa, Melinda, sensibilizaram-se por sua forte “vontade de aprender”.

O livro não está disponível em português.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).