10 maneiras inteligentes de acabar com a correria

O tempo voa. Lutamos diariamente para priorizar as coisas mais importantes. Planejamos, nos organizamos, corremos contra o tempo para dar conta de tudo – e ainda dormimos pouco. No entanto, estamos sempre com a sensação de que o nosso dia não tem horas suficientes.

VEJA MAIS: 6 hábitos cotidianos de pessoas criativas

Dar uma olhada na agenda do dia durante o café da manhã ou verificar os últimos e-mails enquanto passeia com o cachorro é algo que tem se tornado extremamente comum, mas pode ser pouco saudável. Ao dirigir, você costuma procurar a faixa com menos carros para ir mais rápido? Já vestiu suas roupas de trás para frente por conta da correria? Já esqueceu de fazer algo por ter muitas outras coisas para fazer?

Você pode estar sofrendo da famosa doença da pressa, definida como um mal-estar que faz com que a pessoa se sinta, de certa forma, incapaz de dar conta das tarefas e, por causa disso, tende a realizá-las cada vez mais rápido e a se atrapalhar com os atrasos. A doença foi reconhecida pelos cardiologistas Meyer Friedman e Ray Rosenman, e está altamente relacionada com o “medo de perder alguma coisa”. A síndrome pressiona e ultrapassa o grau de comprometimento.

Crescer e obter um melhor desempenho nas esferas diárias requer, além de um trabalho árduo, muito tempo. Fazer com que as coisas aconteçam é ótimo, e dá ao nosso cérebro uma boa dose de dopamina. Manter-se ocupado e fazer uso completo de nossos talentos a fim de alcançar nossos objetivos é algo super almejado. Mas, ao lidar diariamente com a correria e a pressa, nosso corpo começa a liberar o cortisol, hormônio do estresse, que a longo prazo pode causar depressão. A superestimulação pode deixar nossas mentes cansadas, ansiosas, e nos faz mais propensos à irritabilidade e incapazes de relaxar. O tempo é uma fonte finita e, infelizmente, não renovável. Consequentemente, acabamos passando a nossa vida sem saber usar o nosso tempo e passamos grande parte dele correndo de um lado para o outro.

Veja, na galeria abaixo, algumas maneiras de driblar a pressa do cotidiano:

  • 1. Acorde com tempo suficiente para tomar café da manhã

    Os hábitos de vida “corridos” perduram a vida inteira. Em casa, eles podem até mesmo dificultar o relacionamento com a família. Quando acordamos já incomodados com o som do despertador e começamos o dia de mau humor, abrimos a porta para a pressa e para a falta de controle. Acordar atrasado aumenta a nossa tensão e faz com que deixemos as pessoas ao nosso redor apressados também. Adiantar o despertador em 20 minutos e garantir um bom café da manhã pode ajudar você a começar o dia sem a pressão.

  • 2. Chegue sempre com cinco minutos de antecedência

    Chegar sempre atrasado pode não ser encarado pelos outros como irresponsabilidade. Chegar com cinco minutos de antecedência, ao contrário, oferece estrutura suficiente para você se sentir no controle de seu próprio tempo. Além disso, ajuda na concentração das próximas tarefas, em vez de se atrapalhar com o dia.

  • 3. Conte até cinco antes de pegar seu celular

    A verdade é que os celulares são, de fato, extensões de nossos dedos. E é assim que funciona. Toda a nossa vida profissional e uma grande parte da nossa vida pessoal também está incorporada à tela. Não queremos que as pessoas pensem que estamos disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana, mas verificamos nossa caixa de mensagens o tempo todo. Queremos seguir padrões saudáveis de “desintoxicação digital”, mas temos problemas para relaxar sem estar conectados. Não se trata de evitar ou reduzir nosso relacionamento com a tecnologia, mas sim de tomar decisões conscientes sobre nosso tempo e as razões que nos mantêm online. Contar até cinco antes de pegar seu smartphone pode ajudá-lo a se tornar mais atento com isso.

  • 4. Dirija sempre no limite de velocidade

    Pode parecer um pouco louco, mas é super útil. Não apenas evita algumas multas de trânsito, como também aumenta a bondade em relação às pessoas. Ao desacelerar, conscientemente, você diminuirá sua tendência de buzinar, o que tem um impacto terrível em seu humor e níveis de autocontrole. Seja gentil com o farol amarelo e faixa de pedestres.

  • 5. Dê um fim na tarefa menos importante do seu dia

    As listas de afazeres nos ajudam a priorizar o que é realmente urgente e importante e a manter o foco nessas tarefas sem se distrair com o resto das coisas. Mas é bem comum nos sentirmos apressados, porque assumimos muito mais do que podemos administrar. Descobrir a tarefa menos importante do dia é um hábito muito saudável, que vai ajudá-lo a administrar seu tempo com mais precisão, sem estresse.

  • 6. Fale com um familiar pelo menos uma vez na semana

    Não importa com quem você esteja conversando, o importante é sempre deixar um tempinho para pessoas importantes e relacionamentos. É muito comum seguir a vida sentindo falta das pessoas que vemos somente no Natal. Encontrar tempo para quem é essencial para nós é crucial para garantir controle sobre nossas vidas.

  • 7. Pare de dizer que não tem tempo

    Quando você diz para alguém que não tem tempo, o que você realmente quer dizer, por mais que não saiba, é que aquela pessoa ou tarefa não é importante o suficiente. Tudo aquilo que falamos atua diretamente nas nossas ações e, de certa forma, define nossas prioridades reais. Talvez esteja na hora de repensarmos se estamos encontrando tempo para as coisas mais importantes.

  • 8. Aprenda a identificar suas zonas de estabilidade

    A estabilidade nos deixa mais seguros e relaxados. Podem ser coisas, pessoais, objetos ou até mesmo ideias que o protegem ou o defendem do mundo exterior. Em casa, um abraço de seus familiares, um bom café na esquina ou aquele filme que sempre faz com que você ria são perfeitos para serem vividos regularmente, fazendo com que você se desligue e se recupere.

  • 9. Medite

    A técnica de mindfulness não é mais suficiente. Não se trata apenas de parar para pensar por um tempo e, rapidamente, voltar à rotina. Trata-se de refletir sobre nós em um contexto de espaço e tempo, a fim de garantir melhores decisões tanto para nós mesmos, quanto para todos aqueles ao nosso redor.

  • 10. Pense a longo prazo. Imagine o mundo em 100 anos

    Por mais rudimentar que seja, daqui a 100 anos você, provavelmente, estará morto. Refletir com frequência em torno dessa realidade pode ajudar a conduzir seus dias com outras perspectiva, garantindo que esteja se concentrando em coisas que realmente importam.

1. Acorde com tempo suficiente para tomar café da manhã

Os hábitos de vida “corridos” perduram a vida inteira. Em casa, eles podem até mesmo dificultar o relacionamento com a família. Quando acordamos já incomodados com o som do despertador e começamos o dia de mau humor, abrimos a porta para a pressa e para a falta de controle. Acordar atrasado aumenta a nossa tensão e faz com que deixemos as pessoas ao nosso redor apressados também. Adiantar o despertador em 20 minutos e garantir um bom café da manhã pode ajudar você a começar o dia sem a pressão.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).