Bali quer cobrar imposto para reduzir poluição

Reprodução
Atualmente, pelo menos 12 milhões de toneladas de plástico acabam nos mares todos os anos

Bali anunciou planos de implementar um imposto turístico devido à poluição por plásticos. O “Jakarta Post” informou que a ilha na Indonésia elaborou um regulamento sobre contribuições turísticas para a preservação ambiental e cultural. O imposto será de US$ 10 para visitantes estrangeiros.

LEIA MAIS: Coca e Nestlé: as maiores produtoras de lixo plástico

Bali é um destino popular e atrai multidões de mais de 4 milhões de pessoas todos os anos – mas isso tem um custo. O local está passando por uma crise causada pela poluição de plástico, responsável por mais de 3,8 mil toneladas de lixo todos os dias.

A ilha não tem um sistema de coleta de lixo suficiente para absorver o que é produzido, o que resultou na maior parte de resíduos sendo enterrados ou jogados no oceano.

Atualmente, pelo menos 12 milhões de toneladas de plástico acabam nos mares todos os anos. Como resultado, mais de 90% de aves marinhas ingerem o material.

Bali introduziu a iniciativa “go green” para incentivar os visitantes a refletir sobre a pegada que deixarão para trás. “Isso nos dará um espaço fiscal melhor para apoiar o desenvolvimento da ilha”, disse o governador Wayan Koster.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).